Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 10 de maio por leandro

Tags:, ,

Cycle Chic: pedalada com estilo

Muita gente deixa de pedalar porque não não gosta de usar roupas esportivas ou não pode chegar de bermuda e camiseta de lycra no trabalho, por exemplo. Mas o “cycle chic“, um movimento surgido na da Dinamarca, mostra que é possível pedalar com muito estilo e atrair olhares por onde passa.

O termo “cycle chic” surgiu em Copenhague, em meados de 2006, quando o fotógrafo Mikael Colville-Andersen criou um blog com fotos de ciclistas estilosos da cidade, uma das mais adaptadas ao ciclismo urbano. Desde então, seu blog documenta em extensivas galerias de fotos aqueles que conseguem se vestir bem e de forma prática para pedalar.

O blog Copenhagen Cycle Chic ficou conhecido, a ideia se espalhou pela Europa e começa a tomar força ao Brasil. Por aqui temos blogs como o Curitiba Cycle Chic e o Gata de Rodas, que trazem ótimo conteúdo em português sobre o assunto.

O “cycle chic” aposenta a roupa fitness e deixa o ciclista pedalar como ele se vestiria normalmente. Calça e sapato para os homens, saia e salto para as mulheres… A ideia básica é pedalar com classe e mostrar que é possível integrar a bicicleta à rotina das pessoas, sem que elas precisem alterar seu modo de vestir por causa de seu meio de transporte.

Por trás do apelo fashion, Mikael Colville-Andersen, o fotógrafo que criou o Copenhagen Cycle Chic, diz que o movimento busca levar o ciclismo urbano ao que era antigamente. “Desde o primeiro dia da existência de uma bicicleta, as pessoas usavam roupas normais para pedalar. A bicicleta era uma ferramenta de transporte e nada mais”, escreveu em um dos posts de seu blog.

Em uma entrevista ao jornal britânico “The Guardian”, Andersen explicou que o objetivo do seu site é que o ciclismo seja reconhecido como um meio de transporte comum para as cidades. “Pessoas de vários países acreditam que o ciclismo é apenas um esporte ou um hobby e não percebem que pode ser também um transporte cotidiano”, disse.

“O que estou tentando dizer é que andar de bicicleta é – e sempre foi – uma coisa bastante simples. Tudo o que você precisa é de… uma bicicleta! (…) Qualquer roupa que você usa como pedestre também pode ser usada para pedalar. Se você vai usar a bicicleta para atividades esportivas ou pedalar em corridas de longa distância, você vai precisar de equipamentos e roupas específicas. Mas se você quiser ir de bicicleta ao trabalho ou ao supermercado, em distâncias curtas, você não precisa de nada especia. Basta abrir seu armário”, conclui Andersen.

Veja abaixo alguns exemplos do que é considerado “cycle chic”:

Veja mais fotos no Flickr do Eu Vou de Bike


Comentário

  • Muito chique!

    Ana Botafogo
  • pode ser chique, mas andar de bicicleta com sapato de salto alto é uma idéia muito infeliz

    bruno
  • De terno e gravata no Rio 50º é impossível chegar sem estar fedendo. Adoraria ir de bike para o trabalho, mas não tenho onde me trocar.

    Antonio
  • [...] falamos aqui sobre o “Cycle Chic“, aquele movimento que defende o uso de roupas “normais” para pedalar. Mas [...]

    Eu Vou de Bike » Dicas para pedalar de calça euvoudebike.com/2010/05/dicas-para-pedalar-de-calca
  • Oi. Olha, no início pode parecer complicado, mas eu comecei a ir de bici pro trabalho, toda arrumadinha mesmo, e vale muito a pena! No verão, basta ir devagar com uma regatinha e levar a camisa na bolsa (ou, pra não amassar, dobrada dentro de uma caixa de papelão para camisa, como vem nas lojas, presa no bagageiro). Só não achei uma solução pra quando está chovendo (aquelas roupas de motoboy impermeáveis não funcionam), se alguém souber me avise.

    LBC
  • Fiquei feliz de estar lincada! Não deixa de ser engraçado como as pessoas ainda se chocam com saltinhos e vestidos… com o tempo, pedalar com roupas comuns se torna mais natural que andar para frente.

    Verônica Mambrini gataderodas.blogspot.com
  • Engraçado que no começo a gente vê muita dificuldade de pedalar com roupa social, mas à medida que fui pedalando passei aos poucos da roupa esportiva para a social, e não o contrário.

    Pedalo para o trabalho de calça social e sapato sem qualquer problema. Como não podia entrar no trabalho de bermuda, ia de calça de tactel (aquelas esportivas) e tinha de levar tênis (calça de tactel com sapato social é meio esquisito). Aí a mochila ficava estufada com sapato, meia social, roupa social completa… sem falar que perdia um tempão me trocando. Foi muito melhor pedalar já de calça social, não faz suar mais, tem bolso e não preciso me trocar.

    Troco só a camisa quando chego no trabalho. E aí deixei de pedalar com camiseta esportiva para usar uma polo ou camisa social de manga curta, e troco pela social de manga comprida depois de chegar. A camiseta esportiva de poliamida não estava dando certo com a calça social e o sapato, hehehe…

    Então, é possível. E olha que Brasília não é tão quente como o Rio, mas tem um sol de lascar.

    Pedro M contosdoatrio.wordpress.com
  • [...] e Verônica Mambrini lançaram o “Hoje vou assim de bike“. Inspiradas no movimento Cycle Chic, elas prometem mostrar “os looks que usamos no dia a dia para trabalhar, passear e até mesmo [...]

    Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » A semana das bikes nos blogs euvoudebike.com/2010/06/a-semana-das-bikes-nos-blogs-4
  • Super interessante! Sem qualquer dúvida, a questão das roupas e do nosso clima aqui no Brasil é o maior impecilho para os ciclistas. Tenho experimentado uma opção que surgiu em minha universidade, e percebo que se houver uma estrutura que de suporte para a logistica (local apropriado para guardar a magrela e vestiário), quase todos os problemas estão resolvidos.
    Pessoal, o problema é uma questão de projeto! As pessoas precisam de uma calçada para caminhar, de uma ciclovia para pedalar, e de um vestiário para se trocar!
    Deixo esse questionamento aos nossos futuros projetistas, e mesmo aos atuais que queiram reciclar!
    Um grande abraço a todo pessoal do pedal

    Luis Rockenbach
  • Eu uso a bicicleta como meio de transporte principal, pedalo 24km por dia (12 de ida e 12 de volta) para trabalhar, em alguns momentos com terreno irregular e calor, não temos ciclovias nem vestiário com chuveiro na empresa, atualmente uso roupa social, mas sabendo superar as dificuldades é possível sim e digo que vale a pena o esforço, pois é recompensador, hoje tenho maior disposição para o trabalho, sempre estou de bom humor, e não vejo dificuldade nas coisas que faço no dia a dia. Basta dar uma espiadinha na internet que vamos ver que muita gente tem conseguido superar estas “pequenas dificuldades” e estão conseguindo criar a cultura da utilização da bicicleta como meio de transporte. E digo que, aqueles que são a favor de um mundo menos poluído, de bem estar e saúde, vão lutar para difundir a cultura da mobilidade sustentável através de bicicletas, e se isso ocorrer, melhorias em infraestrutura pública e nas empresas serão consequência, assim como a redução das visitas ao médico, da poluição sonorá e de particulas emitidas no ar. Aproveito para passar um link com dicas para o calor ao pedalar -> http://pedalinas.wordpress.com/2010/07/28/green-tips-video-e-traducao/ e também uma postagem interessante para refletir sobre esse assunto -> http://laedevolta.com.br/blog/2010/07/15/verao-sol-calor-e-bicicleta-na-dinamarca-tem/.

    João Cristiano guaraparicyclechic.blogspot.com
  • Não é muito prático andar de bike no RJ no verão. O calor é intenso e não tem quem possa chegar arrumado no trabalho. Ficamos em decomposição de tanto suor!!! Eu já tive essa experiência e hoje uso a bike apenas para as compras e lazer porque eu posso ir com uma roupa mais fresca.

    martha
  • pow aqui em belém ñ dá pra ir tramparde bike pq o calor é enorme e fora as vias q são perigosasa onde o carro ou buzão pode acabar com vc e com o calor vc chegaria aki no seu destino lavado de suor, essa idéia fica pra europa q é país de 1º mundo.

    brício marques
  • Moro em Londres a bicicleta e muito utilizada. Ate o prefeito daqui lancou um programa para incentivar as pessoas a irem de bicicleta ao trabalho. A prefeitura comprou milhares de bicicletas e elas estao em quase todas as estacoes de metro disponiveis para os usuarios por o equivalente a 2,80 reais por dia de aluguel. As pessoas aqui pedalam usando roupas diversas, algumas ate estranhas para a maioria dos brasileiros. E claro que a cultura aqui e muito diferente mas com incentivo e apoio acredito que o habito de pedalar se tornara cada vez mais frequente entre os brasileiros. Eu mesmo vou e volto todos os dias para o trabalho de bicicleta. Abracos para o meu Brasil!

    Eduardo Santacruz
  • Só me perguntei uma coisa: a perna da calça não se enrrosca na catraca não? Porque uma vez eu tentei e só fiz pagar mico!!!

    Jana K tiajanaprof.blogspot.com
  • É, deveria existir (se é que não existe aqui ou lá fora), roupas estilosas e ao mesmo tempo que sejam viáveis para o uso de bike. Porque eu amo bke, mas acho zuada as roupas de ciclista, sinceramente.

    Felipe Maddu
  • Eu adoro pedalar, e sim, utilizo como meio de transporte, ao mercado, ao hortifruti, banco,correios etc…
    Mas para trabalhar só lá na Escandinávia mesmo, pois aqui com esse clima infernal, chegaríamos ao nosso destino completamente imundos de suor!!!!
    Lá o clima é delicioso, aqui é tenebroso!!!!!!

    Ivelise
  • estou apaixonada!
    vou providenciar a bike…

    cristiane iannacconi ciclicca.blogspot.com
  • [...] Pedalar de saia é totalmente possível, como nós já mostramos aqui mesmo no post sobre o conceito de ‘cycle chic’. [...]

    Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » Dica para pedalar de saia sem constrangimentos euvoudebike.com/2011/10/dica-para-pedalar-de-saia-sem-constrangimentos
  • Eu tenho a sorte de não precisar me vestir muito formalmente para o trabalho, sou repórter, mas tive o meu tempo de adaptação à calça jeans. Agora acho bem tranquilo e aprendi como escolher as roupas de acordo com a temperatura, para não suar demais nem precisar me trocar quando chego.

    Juliana
  • [...] Pedalar de saia é totalmente possível, como nós já mostramos aqui mesmo no post sobre o conceito de ‘cycle chic’. [...]

    Blog – Webbikers » Dicas para pedalar de saia sem constragimento webbikers.com.br/blog/?p=1037
  • [...] dizer que Ronaldo estava super antenado na tendência ‘Cycle Chic‘, pedalando com as mesmas roupas usadas na reunião. Ótimo exemplo do [...]

    Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » Ronaldo ‘Fenômeno’ de bicicleta euvoudebike.com/2012/01/ronaldo-fenomeno-de-bicicleta
  • Olá,

    Pedalar é mesmo uma das melhores soluções para a deslocação na cidade. Moro em Lisboa, Portugal e aqui os preços da gasolina (1,70 € / litro) e dos transportes (40€ /mês) estão a levar as pessoas a adoptar as bicicletas. Pena haver ainda poucas ciclovias.

    No Verão vai ser mais duro mas espero que se mantenha tudo a pedalar mas mais devagar.

    Bruno tudo-sobre-tudo
  • Eu amo bicicleta e essa matéria veio a calhar, pois moro e trabalho no centro da cidade e tenho visto muitos ciclistas indo ao trabalho…tomei coragem e comprei minha byke, agora é só alegria!
    Compartilharei essa matéria no meu blog, ok?

    Titinha Ibrahim eusoudoidademais.blogspot.com.br
  • [...] de comemorar a mulher, então, nada de roupa de ciclista, de atividade. Todo mundo participando no estilo cycle chic, que nada mais é do que pedalar com roupas comuns que a gente usa para trabalhar e [...]

    Ciclo Urbano organiza passeio em comemoração ao Dia Internacional da Mulher | Associação Ciclo Urbano ciclourbano.org.br/2014/03/ciclo-urbano-organiza-passeio-em-comemoracao-ao-dia-internacional-da-mulher

Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: