Houston na web Youtube Flickr RSS

Fórum de ideias

Se você tem ideias, dicas ou opiniões que possam melhorar o ciclismo no Brasil, participe e contribua para o movimento "Eu vou de Bike".

Postado em 11 de agosto

Tags:, ,

Bicicletas eletro-assistidas são viáveis?


Exemplo de bicicleta elétrica. Existem vários modelos diferentes de biciclea eletro-assistida

Uma das novidades no mundo do ciclismo dos últimos anos é a bicicleta eletro-assistida, popularmente conhecida como bicicleta elétrica. Ganhando cada vez mais adeptos pelas ruas da cidade, a bicicleta motorizada agrada muita gente, mas também atrai críticas.

Abrimos o espaço abaixo para incentivar a discussão sobre o assunto, que gerou certa polêmica no Twitter e no Facebook. O que você acha das bicicletas eletro-assistidas? Compartilhe suas experiências no Fórum de Ideias!


IDEIAS

Elétrica para quem precisa

Por Ardz em 11/08/2010

Há dois anos tive chance de testar uma elétrica. Tratava-se de um kit com bateria e polias instaladas pelo Isaías, mecânico do Bom Retiro, em SP. Os modelos atuais minimizam os pontos que achei mais desconfortáveis no teste, mas de forma geral minha opinião continua a mesma.

1 - PESO - A instalação de sistema elétrico acrescenta peso nas magrelas. Um atendente da Porto Seguro me informou que a bike elétrica que ele usa, eventualmente, pesa 15 quilos a mais. Culpa, sobretudo, das baterias.

O peso muda substancialmente o centro de gravidade da bicicleta. É fácil nos acostumarmos, mas em determinadas situações não dá para contar com a mesma agilidade que temos em uma bike tradicional. Aquela bateria na traseira, no meu caso, impedia até mesmo de pedalar em pé. Mas, creio que isso tenha sido minimizado nos modelos atuais.

2 - CUSTO - Mais caras, as tais Felisas, por exemplo, custam uns R$ 1,5 mil a mais que um mesmo modelo normal. Os kits podem ser comprados na web por cerca de 1 mil. A manutenção não é tão cara e o gasto com energia pouco significativo.

3 - AUTONOMIA - Uma carga dura quanto? As propagandas atuais falam em 3 horas de uso, 40 km. Confere com o teste do EUVOU? É pouco, porque depois que acaba a bateria vc precisa empurrar 25 kg com suas próprias pernas. É de chorar, minha bike pesa 7,5 kg, acho que esse detalhe é essencial.

4 - MOVIMENTO - O peso atrapalha subir uma escada, estacionar a bike... É um fator grave a ser considerado na hora da aquisição.

5 - FACILIDADES/TRANSPORTE - Acho que é extremamente útil para trabalhadores, gente que pedala esportivamente e depois quer dar uma relaxada na hora de ir para o trampo... São muitas as utilizações no TRANSPORTE. Complicado é começar a ver nelas alternativa para lazer.

6 - NOMENCLATURA - Alguns se estressam com a questão de chamar de bike algo que na verdade é ciclomotor. Isso é, até certo ponto, secundário. Quanto mais os carros se popularizaram, mais variações vimos, não é mesmo? Com a bike será o mesmo. Vamos ter muitas variações no uso, na concepção e desenho de nossas magrelas.

No fim, acho que as elétricas tendem a ser opção para quem não pedalaria nunca uma magrela convencional. Bem produzidas, com custo baixo e seguras, podem ajudar a tirar sim carros das ruas. Talvez ocupem mais espaço no mercado das motos... De forma geral, não vejo tantos riscos na segurança por causa da aceleração, mas creio que com a evolução dessa motorização e com uma futura rede cicloviária precisaremos de educação específica para o uso desses ciclomotores.

Mas, no meu ponto de vista, a convivência é plenamente possível. Há preguiça? Há. Mas insistir na mobilidade apenas por propulsão humana é jogar fora anos de desenvolvimento tecnológico. Eu quero mais é uma rede ciclável e uma elétrica confortável para poupar minhas pernas para os treinos e competições de ciclismo!


bike eletrica no lugar do carro...

Por Nice em 21/03/2012

vou fazer natacao a 7km de casa. pego transito e pago estacionamento uns 4reais. e ainda corro risco de levar uma multa.
Calculei se for de bike eletrica levarei uns 15minutos pra chegar la e sem suor, pois a ideia e fazer exercicio nadando e nao pedlando. Dai economizei uns 10paus entre gasolina e estacionamento. No mes daria 120paus no ano daria 2440paus o que ja pagou a bike em 1 ano de uso.
Ta certo as minhas contas?
ps: acho que de bike eletrica vou chegar mais rapido que ir de carro que pego transito no caminho.


BIKE ELÉTRICA Eu uso

Por amilton alexandre em 05/05/2011

Uso uma bicicleta elétrica da General Wings - Peso 102 Kg - Uso pedalando diariamente 22 kg, que faço em 50 minutos em média. trajeto plano com pouca inclinação

Apesar de usar duas baterias Currier com mais de 8 kg estou satisfeito com o desempenho


multiplicar a força da pedalada

Por olivaldo j c biazotti em 01/09/2010

recentemente fiz uma descoberta na area da mecanica, com um aparelho simple posso multiplicar a energia aplicada. estou procurando parceria para desenvolver uma super bike, tenho certeza que posso duplicar a força. tenho um primeiro prototipo que prova isto na pratica...e so entrar em contao
obrigado pela atençao


Não as Eletricas

Por braga tepi em 14/03/2011

A bicicleta é o único veiculo de propulção humana dentro da filosofia por uma qualidade de vida melhor, evoluir é não levar todos ao sedentarismo,bateria e baterias é requer lixos e mais lixos, por que não investir nas bikes reclinadas? ou aerodinamicas para bikes populares? , podemos mostrar que somos capases de evoluir com tecnogias que não prejudiquem as gerações futuras......abssss..


test drive

Por gugamachado em 11/08/2010

Estamos iniciando um mini-teste com uma bicicleta eletro-assistida. Já tivemos vários comentários no twitter e estamos transferindo a discussão para cá, para termos mais "espaço"!

Participem !!!


NÃO MORRA e não mate!!!

Por clebio em 05/10/2010

Andar a 50Km/H, sentindo o vento bater no rosto, a delicia do silêncio do motor, passar a todos os ciclistas, demonstrar poder ao passar atletas profissionais e acompanhar carros e motos, a mágica de subir aclives sem pedalar TUDO PARA
QUANDO VOCÊ É ESFREGADO NO ASFALTO.

Comprei um kit eletrico há 3 meses com motor brushless, ou seja, fica diretamente no cubo traseiro com 1000W de potência, sem correntes, um show de eficiencia e muito discreto, andava com minha bike sempre em última marcha e sempre faltava marcha para uma velocidade de +- 50km/h , pensei vou colocar mais uma marcha assim consigo acompanhar o motor mas por sorte minha não coloquei.

Belo dia vindo do trabalho passando próximo ao um cachorro andando devagar (+-30Km/h) ele atravessou minha trajetória e lá fui eu para o chão.Algumas escoriações e sorte minha que era uma via de pouco movimento e nenhum carro passou por cima de mim.

Uma semana depois novamente outro cão pequeno e a mesma história mas desta vez estava a +-40km/h já foi um pouco mais grave fiquei de atestado 2 dias em casa com muita dor mas já me recuperei.

Esses cães ao meu ver não tiveram lesões pois sairam correndo mas respeito os animais e eles simulam muito o comportamento das crianças nas ruas. Eu poderia ter atropelado duas crianças!!

Assim caros amigos o que o Conselho Nacional de Trânsito quer nos mostrar exigindo uma habilitação é nos conscientizar dos riscos que estaremos expostos
e como evitá-los através de uma "PILOTAGEM DEFENSIVA". Digo isso por que a pouco começei a habilitação A mas devido a epidemia de mutilações e mortes provocadas por motocicleta no Brasil eu estou revendo se continuo com o processo.

Meu instrutor é especiliatista em acidente de trânsito e vê todos os dias isso no trânsito Brasileiro que mata por dia +-200 pessoas é como se um avião da gol caisse todos os dias no nosso país mas não nos comovemos com isso.

O que aprendi com tudo isso é que a bicicleta-elétrica com motor veio com o propósito de ajudar a subir um aclive, levar uma pessoa na garupa, incentivar um
obesso a prática de excercicio, ter novamente o prazer esquecido de andar de bicicleta em um dia escaldante de calor, livrar o trabalhador do martírio do onibus
e jamais ser uma mais uma arma no transito brasileiro.

Vamos andar a 50Km/H ?? sim vamos mas com técnicas de "PIlotagem Defensiva"
e sempre em ultimo caso.

Estou desenvolvendo um projeto de um veiculo eletrico muito seguro quem quer ser meu parceiro me escreva.

clebioprojeto@hotmail.com


Se e para ajudar seja benvinda

Por Ricardo Bresaola em 19/09/2010

Eu acho que a bicicleta e insubistituivel como a conhecemos.
Mas as bicicletas Hibridas (bicicletas assistidas) sejam por combustão interna ou eletrica, não deixam de ser bicicletas, com vantagem.
Porque elas continuam tendo um quadro, guidão com manoplas manetes para freio e rapid fires cada vez mais sofisticados, simples e de alta tcnologia, caixa de direção, garfo com ou sem suspensão, selim com canote, coroas simples ou multiplas cambio dianteiro, corrente, catraca simples ou multiplas, cambio trazeiro. cambio cubo etc..., rodas dianteiras e trazeira, com aros e raios e cubos de variadas tecnologias. Umas leves outras pesadas, MTB, Beach, Chopeer, cruise, speed etc.........
Porem as assistidas não vão deixa las diferente de uma bicicleta, só vai ajudar.
Nos momentos que mais necessitarmos, nas subidas e em trajetos mais longos, cheguemos mais inteiros e sem suor, ao serviço ao passeio etc.....
E a ajuda dada as pessoas de mais idade que se não fosse as hibridas não sairiam nem de suas casas.
O governantes brasileiros deveriam ver com bons olhos as bicicletas hibridas facilitando o caminhos na legislação.
Dando direito as pessoas que são maiores de 18 (dezoito) anos e tendo Carta de habilitação classe "B" em diante poderia fazer uso das bicicletas hibridas.
Porque a velocidade pouco muda pois tem Bikes que na reta chegam até 60Km por hora e na descida só Deus sabe. O que e necessario e concientização do CICLISTA.
Sabemos que e necessario e mais ciclovias e respeito no transito para com os ciclista.
O uso das bicicletas e bom para a saúde como um todo. e bom para o bolso na economia, bom para o meio ambiente e para toda a humanidade, com a melhora do ar, diminuisão do barulho e diminuição dos congestionamentos.
Vamos vibrar uma nova bandeira a favor das bicicletas e das hibridas também.
Eu gosto da minha Bike, ela me leva aonde eu quero.
|braços fraternos. Ricardo.


Adoro a ideia.

Por Anton em 26/09/2010

Gosto tando da ideia que estou montando uma. Moro em São Paulo, mas em um bairro muito montanhoso o que acaba as vezes me desmotivando e não incentivansdo o uso da bicicleta. Concordo com o problema do peso do motor. Por isso não comprei um motor chinês, e sim um motor israelense que pesa junto com a bateria e o acelerador 3,5 kg. A outra vantagem deste motor é que ele possui grande torque e velociddae máxima de 30 kmph o que a torna ideal na subida e ainda seguro. A autonomia é de 20-25 km com uma pessoa de 80 kg sem pedalar e com uma bateria só. Se eu conectar minha bateria extra adicionando também 900g posso dobrar esta autonomia. Acho que juntando este motor com um quadro de fibra de carbono full vou ter um exelente meio de transporte. O único problema é que não vai sair muito barato.


Por Tweets that mention Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » Bicicletas eletro-assistidas são viáveis? -- Topsy.com em 12/08/2010

[...] This post was mentioned on Twitter by Fila, euvoudebike.com. euvoudebike.com said: Devido a saudável discussão que começamos aqui sobre #bikelétrica,convidamos todos a participar do fórum em http://bit.ly/ctrdSB. Apareça! [...]


Por Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » Testamos uma bicicleta elétrica; veja como foi em 24/08/2010

[...] controvérsia sobre a bicicleta eletro-assistida começa pela nomeclatura, como apontou o leitor Ardz em um comentário aqui no site. Uns dizem que é um ciclomotor e não a consideram uma bicicleta, outros dizem que é [...]


Por TrilhasBR – As melhores trilhas – novidades, histórias e links interessantes. Tudo que envolver trilhas, bikes, esportes radícais e eventos esportivos terá espaço garantido nesse blog. » Eu Vou de Bike testa bicicleta elétrica em 24/08/2010

[...] controvérsia sobre a bicicleta eletro-assistida começa pela nomeclatura, como apontou o leitor Ardz em um comentário aqui no site. Uns dizem que é um ciclomotor e não a consideram uma bicicleta, outros dizem que é [...]


Por Tweets that mention Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » Bicicletas eletro-assistidas são viáveis? -- Topsy.com em 11/08/2010

[...] This post was mentioned on Twitter by Pseudo Eu, euvoudebike.com. euvoudebike.com said: recomendamos a leitura do relato do @ardz em nosso site em relação as bicicletas elétricas. Vejam em http://bit.ly/cZyJuz [...]


Bike elétrica tem que ser leve

Por adilson em 12/04/2013

Bicicleta elétrica tem que pesar até 15 quilos, ser dobrável para caber em qualquer cantinho, a potência potência do motor não deve substituir o prazer de pedalar, mas somente substituir funções do tradicional câmbio de bicicleta.


Por Bikes Elétricas e Híbridas – Uma Solução prática, rápida e ecológica para locomoção sobre 2 rodas | MURAL DE DICAS em 30/01/2014

[...] Outra dica de onde saber mais opiniões sobre as bikes elétricas e híbridas é o site “Eu Vou de Bike”: http://www.euvoudebike.com/2010/08/bicicletas-eletro-assistidas-sao-viaveis/#ideias [...]


Pequeno inquérito sobre bicicletas eléctricas

Por Helena Matos em 18/02/2014

Olá!
Aproveitando o tópico de discussão, gostaria de pedir a vossa ajuda.
Estou a conduzir uma pequena pesquisa acerca do uso de bikes eléctricas e gostaria que pudessem fazer parte dela - mesmo que não sejam utilizadores de uma bike eléctrica.
Só têm que preencher este pequenino inquérito, leva cerca de 3 minutos. O mesmo está em inglês, é versão única, mas julgo estar perfeitamente acessível.

http://www.surveygizmo.com/s3/1547481/E-Bike-Usage

Muito obrigada pela atenção!


Biciletas dobraveis

Por Dgela em 06/11/2014

Confiram nossas bicicletas dobraveis http://www.polihouse.com.br/bike/bicicletas-dobraveis.html


bikes eletricas ou hibridas

Por bruno em 20/05/2015

Voubde moto todos os dias para o serviço cerca de 34km por dia, estou pensando seriamente em deixar a moto e usar a eletrica por questão de economia e agilidade (visando o uso de novas e atuais ciclofaixas).
Temos que mudar o trânsito sim mas de uma forma melhor. ...pq temos a distinção de habilitação a...b..c acho que todos deveriam ter todas as categorias mas de forma diferente, seis meses de bike elétrica ...um ano de moto e assim por diante.
o por que dessa idéia muitos q digirem carros não se importam com os ciclistas e nem motociclistas é um descaso total olhando apenas em seus celulares e não prestando atenção no trânsito. Já sofri dois acidentes por conta de desatenção dos motoristas muitas vezes é tão em cima que não dá nem tempo de brecar um a 50km e outro a 30km por hora senti muita dor mas estamos aí. ...consciência em cima de uma bike ou uma moto tem uma vida...avs a todos


Assistência tecnica

Por Fabiane em 09/06/2015

Se pretende comprar sua bike na loja NOVA BICICLETA em campo grande. .reze para que nao de defeito..pois tera o pior atendimento e a assistência menos capacitada das redondezas, infelizmente o senhor adelino dono do local e um exemplo da falta de profissionalismo, capacitacao e consideração. ..se ele trata dessa forma os consumidores de um dos produtos mais caros da loja, imagina o que faria em alguma comora mais simples com consumidores mais simples.


Problemas na subida

Por Guilherme em 12/09/2015

Pessoal, comprei uma bike elétrica VEX VX que tem pedal assistido e não consigo fazer subida nenhuma com ela
Com minha bike convencional eu até consigo, pois ela é de alumínio e bem mais leve
Estou fazendo alguma coisa errada? Não deveria ser mais fácil? Socorro hahah


Opinião sobre veiculo Movido a Pedal e Eletro-Assistido

Por Alex Santos em 27/09/2015

Gostaria de saber a opinião de todos a respeito do veiculo movido a pedal e eletro-assistido de fabricação se não me engano Holandesa.

Site veiculo
http://www.drymer.nl/

Gostaria de ter um feedback sobre como seria se tivéssemos veiculo semelhante no Brasil com preços acessíveis e qual seria a reação do publico ao se deparar com um veiculo extremamente diferente de tudo que já vimos nas ruas das cidades.


Projeto de Câmbio Automatizado

Por Renato de Lacerda em 02/03/2016

Olá Boa tarde,

Primeiramente sou novo no EU VOU DE BIKE e gostaria da ajuda de vocês para receber algumas opiniões.

Estou fazendo um trabalho da minha universidade do curso de Automação Industrial a respeito de um sistema de monitoramento e câmbio automatizado para bicicleta. E para programação e definição de alguns parâmetros, levo em conta a velocidade do ciclista, a força aplicada no pedal, a cadência, a potência e a relação das marchas para o melhor aproveitamento da pedalada do ciclista.

Para definir esses parâmetros, gostaria da ajuda de vocês, para receber um feedback de quem realmente entende e pratica esse esporte que vem crescendo muito.

Por gentileza, se puderem preencher uma pequena planilha para eu coletar alguns dados seria realmente ótimo e me ajudaria a adaptar a ideia a partir de dados reais e principalmente sugestões, dicas, conselhos e opiniões da ideia.

https://docs.google.com/spreadsheets/d/1qITJXUWjQderi1VMeHfNyWpPaZPr3P3Faq5jh0dBHms/edit?usp=sharing


Mais uma vez agradeço o espaço e a atenção de todos.

Muito obrigado,

Renato.


Lindeza

Por Mª Francisca T. Velloso. P. Ferreira em 25/07/2016

Esta bicicleta é uma belezura, mas não consegui informações sobre o preço dela, o peso (fundamental) e onde é vendida.


EU VOU DE BIKE

Por Amanda em 16/09/2016

Para definir esses parâmetros, gostaria da ajuda de vocês, para receber um feedback de quem realmente entende e pratica esse esporte que vem crescendo muito.
curso de hipnose


Respeito do veiculo movido

Por Mario em 16/09/2016

Temos que mudar o trânsito sim mas de uma forma melhor. ...pq temos a distinção de habilitação a...b..c acho que todos deveriam ter todas as categorias mas de forma diferente, seis meses de bike elétrica ...um ano de moto e assim por diante.
curso de cerveja artesanal


Parâmetros

Por Jessica em 16/09/2016

Estou fazendo um trabalho da minha universidade do curso de Automação Industrial a respeito de um sistema de monitoramento e câmbio automatizado para bicicleta. E para programação e definição de alguns parâmetros, levo em conta a velocidade do ciclista, a força aplicada no pedal, a cadência, a potência e a relação das marchas para o melhor aproveitamento da pedalada do ciclista.

Para definir esses parâmetros, gostaria da ajuda de vocês, para receber um feedback de quem realmente entende e pratica esse esporte que vem crescendo muito.

Por gentileza, se puderem preencher uma pequena planilha para eu coletar alguns dados seria realmente ótimo e me ajudaria a adaptar a ideia a partir de dados reais e principalmente sugestões, dicas, conselhos e opiniões da ideia.
como perder barriga


como perder barriga em 30 dias


curso como perder barriga



curso como perder barriga em 30 dias



Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: