Houston na web Youtube Flickr RSS

Opinião Vou de Bike

Postado em 27 de setembro por gugamachado

Como tudo começou

Augusto Machado, 40 anos, cirurgião dentista, músico e empresário, aficcionado por tecnologia e envolvido com o universo da bike desde 1988, quando comprei uma mountain bike com o meu primeiro cachê de show significativo. Era o início do mountain bike no Brasil. Muita coisa aconteceu, a bicicleta ficou de lado por um tempo, e quando vi estava no ano de 2000, com pressão alta, causada pelos quase 20 quilos acima do peso. Daí resolvi por ordem na casa e olhei para a bike como ferramenta para isto (uma das melhores !!!), que estava precisando de reparos devido ao abandono, coitada…

Levei a bicicleta até uma bike shop próxima de casa (a Biketime, operando desde 1998) e lá encontrei um ciclista apaixonado, José Maria, o proprietário da loja. Iniciamos uma grande e próspera amizade, que dura até hoje.

Mal sabia eu que dali a pouco tempo estaria envolvido com as duas rodas até o último fio de cabelo. A partir desta amizade, comecei a pedalar mais seriamente, fazendo vários “upgrades” em equipamentos e experimentando outros estilos de bike, além do mountain bike, o que me rendeu uma volta à minha saúde e ao meu peso normal, e um novo negócio!

A partir da parceria com a loja Biketime e seu proprietário, passei a treinar mais seriamente, participando de corridas de maratona na modalidade Mountain Bike e também no ciclismo de Estrada.

Em 2007, iniciamos a “Bike Experience”, uma empresa voltada para o ciclismo recreacional, onde o nosso foco era trazer mais praticantes para o esporte, através de passeios urbanos e campestres. Fomos apoiados pela Merida Bikes e pela Powerbar. Fizemos vários roteiros, dentre eles um passeio noturno pelo centro antigo de São Paulo, uma excursão às cavernas do PETAR, acessando-as de bike, e um grande número de trilhas, todas focadas no ciclista iniciante no esporte, e devidamente registradas em GPS e fotos.

Paralelamente a isto, gerenciei o e-commerce da loja Biketime, tendo participado também por um período de cerca de dois anos da loja física e da oficina, que é referência no meio. Atualmente uso a bicicleta de maneira recreacional e esportiva, tanto na modalidade do ciclismo quanto na mountain bike, e, sempre que posso, eu vou de bike!


Comentário

  • Grande Guga… Estava dando uma navegada em sites de meu interesse quando topei com vc aqui… Parece que realmente temos vários gostos em comum: música, motos e… bikes… Também gosto de deixar o carro em casa as vezes e ir de bike pro trabalho. Lá dizem que sou louco, para mim é terapia.
    Bozo rules!!!!!
    Abraço.
    Danelon

    danelon
  • Grande Guga… Estava dando uma navegada em sites de meu interesse quando topei com vc neste site… Parece que realmente temos vários gostos em comum: música, motos e… bikes… Também gosto de deixar o carro em casa as vezes e ir de bike pro trabalho. Lá dizem que sou louco, para mim é terapia. Bozo rules!!!!! Abraço. Danelon

    danelon
  • Oi Gente! Quero saber se existe escola ou alguem que ensine a andar de bicicleta. Quero participar dos passeios! Moro na Zona Sul, Santa Cruz, Vila Mariana. Abraços Tchau! Tchau!

    Vera Lucia
  • li uma reportagem sua na revista da Houston achei fantastico voce fazer a propaganda da KB2, tenho um projeto no qual incluo pessoas diversas, este tipo de bike atende diversos publicos alem dos deficientes visuais
    abracos

    marcos honorato engenhariadepesca.net
  • vai ai um fato triste passado por mim no interior do barra shoping, eu e minha bike..

    ——————————————————————————–
    From: rogeriowinters@hotmail.com
    To: sac@barrashopping.com.br
    Subject: fui agredido por um orientador de trânsito
    Date: Mon, 5 Mar 2012 05:36:11 +0300

    Meu nome é Rogério Marinho e lamentavelmente venho-lhes informar que na data de hoje (04/03/2012) ás 18:45 h aproximadamente, fui agredido fisicamente por um funcionário do Barra Shopping (um orientador de trânsito) de nome Iago Roberto Aragão, que se encontrava de serviço na rampa próxima ao Restaurante Antiquárius. O fato foi que eu me encontrava de bicicleta, descendo a rampa e por força do alto fluxo de automóveis fui obrigado a ultrapassar um veiculo fazendo uma pequena contra mão, neste instante o funcionário Iago entrou na minha frente e obstruiu minha passagem para me advertir sobre minha contra mão,estando ele na minha frente pedi cordialmente passagem o mesmo ignorou meu pedido, desviei e no momento em que passava ao seu lado fui empurrado caindo em cima de um veículo que trafegava na outra mão, machuquei o cotovelo apresentando uma escoriação e um criou um hematoma. Diante do ato criminoso deste cidadão e funcionário de vocês peço que tomem providências. Uma pessoa como essa, truculenta e sem noção quanto a sua função não deve trabalhar com o público e deveria estar preso.
    Obrigado.

    Rogério Marinho.

    tel.: 7959-0402

    Rogerio marinho
  • Queria compartilhar a minha indiguinção pelos pessimos motoristas de São Paulo.
    No dia 1º de Novembro fui atropelo na Av. do Estado proximo a região do Bom Retiro, um veiculo Renout Sandero atingiu no guidão da minha bike me arremesando na guia da rua, e por sorte não fui atropelado e por azar o motorista fugio, e pior eu caido na via entre a av. e guia ninguem parou para me ajudar.
    Agora eu sei o que os ciclitas de São Paulo são tratados no transito, é como baratas pronto para serem esmagados.
    Uso minha bike para ir trabalhar, mas estou sendo privado do meu direito de cidadão, de ir e vir, por pessoas que achão que são donas das ruas, e são elas que tornam essa cidade uma PORCARIA , um LIXO.

    José Carlos

Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: