Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 30 de maio por Eu Vou de Bike

Tags:, , , ,

Utilize corretamente o câmbio da bicicleta

Apesar de já termos falado um pouco deste assunto por aqui, nossa ideia agora é ir um pouco mais ‘fundo’ no que se refere às relações corretas entre as marchas para, além de oferecer uma melhor performance e conforto, poder prolongar a vida útil da bicicleta.

Em nosso exemplo, vamos trabalhar com uma câmbio de 18 marchas ou velocidades (note que nas fotos utilizamos uma bike com 21 velocidades, e nas ilustrações uma transmissão com 18 velocidades). No caso, chegamos a este número pois nossa transmissão dianteira possui 3 posições (coroas pequena, média e grande) e nossa transmissão traseira possui 6 posições (catracas que variam de pequenas a grandes, totalizando 18 velocidades), ou seja: 6 (traseira) x 3 (dianteira) = 18 marchas.

Esta é atualmente a configuração mais comum de se encontrar, e que nos dá a possibilidade de encararmos bem uma superfície plana, uma subida ou até aproveitar melhor uma descida.

Mas para isto, é necessário que observemos algumas regras, as quais transmitimos a seguir:

Exemplo de posição correta da corrente:

Com isto, a transmissão da bicicleta nunca terá a corrente nem esticada demais, nem folgada demais, prolongando a vida útil do conjunto, e dando mais prazer e satisfação as nossas pedaladas!


Comentário

  • Muito boa a aula. Infelizmente descobri na prática como não fazer. Mas obrigado assim mesmo. Vou repassar.

    André Mardock
  • Excelente explicação!! Clara e precisa! Obrigado!

    Rodrigo Nery
  • ….No caso das ilustrações o câmbio é de 18 vel. Bom isso é um detale, mas a aula sobre o assunto é 10. abraços

    Bene SBCampo
  • Só faltou uma coisa:

    Quando você vai deixar a bicicleta parada por muito tempo, você deve deixar ela na marcha mais pesada do cassete e na coroa menor do pedivela, pois a mola dos câmbios não fica esticada nessas marchas.

    Bruno youtube.com/user/mr4y
  • [...] Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » Utilize corretamente o câ…Apesar de já termos falado um pouco deste assunto por aqui, nossa ideia agora é ir um pouco mais ‘fundo’ no que se refere às relações corretas entre as marchas para, além de oferecer uma melhor performance e conforto, poder prolongar a vida útil da bicicleta. [...]

    Fábio Caparica » Links entre 16.06.2011 e 26.06.2011 fabiocaparica.com/2011/06/links-26-06-2011
  • Muito bom. Só que eu reparei uma coisa. Com essa relação teremos 12 combinações de velocidades e não 18, pois se quisermos usar as 18 velocidades teremos que usar a relação incorreta (3 posições com a coroa maior e 3 com a coroa menor). Mas de qualquer forma, pra que mais, se utilizando as relações corretas é o suficiente para o nosso conforto ao pedalar?

    Neil
  • Finalmente consegui de forma visual entender com o sistema de marchas funciona.Obrigado pela explanação.

    Sueli
  • vlw

    niels
  • Aprendi um pouco observando outros ciclistas na ciclo faixa da av. paulista. Mas as informações acima complementou minhas observações corrigindo alguns erros que estava praticando. Obrigado.

    Francisco sim
  • Gostei da explicação, sempre usava a coroa maior com a catraca menor para dar maior velocidade, mas isso força muito o conjunto do pedal e logo começa a desgastar. Valew

    Mário Abreu
  • gostei da ilustraçao mas nao serviu p nada

    christine granzotto
  • Obrigado pela explicação. Valeu!

    José Carlos
  • Legal esse comentario

    fellipe
  • Muito clara a explicação e a ilustração fala por sí só. Tem que ser quadrado para não entender. Parabéns pelo artigo.

    Luciano Monteiro
  • Boa explicação !! Porém, bem falado pelo amigo acima. Usando todas as velocidades o que prevalece é o equilibrio entre as trocas de marcha respeitando a condição do terreno e do ciclista. Por ex: Plano / subídas / descidas . O importante é não cruzar a angulação entre os eixos ( roda frente e roda tras ), e não “bater ” marcha ao executar o giro da perna em relação ao pedal.

    Bruno Rauh
  • Boa Explicação clara, até que enfim entendi os procedimento das marchas.

    valdario
  • muito boa a explicaçao e ilustraçao, aprendi muito! vlw

    victor
  • Gostei das explicações, das fotos e das ilustrações. Mas isso eu já havia visto nas matérias anteriores sobre 18 marchas. Gostaria de saber sobre 21 marchas com o gráfico mostrando a catraca de 07 sequências. Depois que vi vosso artigo procurei em outros sites mas as explicações, e o quadro tem diferênça.
    Sei que a maioria opta por 18 marchas, é mais barato na hora da compra, mas tenho certeza que muitos trocam pela de 21 marchas. Grat, e Feliz Ano Novo a todos aí.

    Paulo Marques
  • Valeu mt. Eu nao sabia usar o cambio corretamente e mtas vzs tinha problemas. NOTA MIL.

    Lução
  • MARIO ABREU REVEJA AS TABELAS ACIMA COROA GRANDE COM CATRACA GRANDE CRUZA CORRENTE CATRACA GRANDE COM PINHÃO PEQUENO ME PARECE O CORRETO OLHANDO PELA 1ª TABELA VOCE CONTINUA FAZENDO ACOISACORRETA

    EMANUEL RDRIGUES
  • Obrigado, ajudou e muito! Deus os recompense!!

    ezequiel
  • Para facilitar as trocas de marcha, o pinhão, a coroa e a corrente tem que estar lubrificados. Apenas não use óleo de motor de carro, nem graxa, nem WD40. Use óleo para máquina de costura. O mais fácil de encontrar é o Singer. NÃO COLOQUE DEMAIS, só lubrifique. Não pode pingar e nem ficar aparente. Esse óleo é super penetrante e seu câmbio fica uma manteiga. Além de durar muito mais. Se não achar o Singer, pode usar vaselina, que se passa com pincel, mas a desvantagem é que a vaselina pega poeira, e poeira é abrasiva. Funciona bem mas diminui a vida do conjunto. Bons passeios!

    Destruidor
  • [...] Mais em http://www.euvoudebike.com/2011/05/utilize-corretamente-o-cambio-da-bicicleta/ [...]

    CÂMBIO DA BICICLETA: VOCÊ USA CORRETAMENTE? | Juliana Romantini | Consultoria de Bem Estar julianaromantini.com/2015/02/comigo-em-movimento/cambio-da-bicicleta-voce-usa-corretamente

Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: