Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 19 de junho por Eu Vou de Bike

Tags:, , , , ,

Ex-prefeito de Bogotá tem muito a ensinar sobre mobilidade


Aos domingos, ruas de Bogotá se transformam em ciclovias e áreas para pedestres

O colombiano Enrique Peñalosa, que foi prefeito de Bogotá entre 1998 e 2001, está no Brasil para uma série de palestras sobre mobilidade urbana, e a visão dele sobre o assunto é muito interessante e deveria servir como exemplo para o poder público.

Quando foi prefeito de Bogotá, Peñalosa foi responsável por inúmeras melhorias radicais para a cidade e os seus cidadãos. Ele promoveu um modelo de cidade que dá prioridade aos espaços públicos, restringindo o uso do automóvel. Na sua gestão, foram construídos centenas quilômetros de calçadas, ciclovias, ruas fechadas para pedestres e parques.

E os avanços não foram fáceis “Eu fui quase deposto por remover as áreas das ruas que a elite da cidade se apropriou ilegalmente para usar como estacionamento”, costuma dizer em entrevistas.

Na última segunda, Peñalosa participou do ciclo de palestras Fronteiras do Pensamento, em Porto Alegre. Segundo relato do repórter Felipe Prestes no site Sul 21, o discurso do político foi contundente.

Separamos abaixo algumas frases proferidas por Peñalosa na palestra, registradas no site Sul 21, que podem ser uma boa reflexão para o nosso poder público e também para o cidadão comum.

“Calçadas são um direito do cidadão. Ter carros estacionados é uma decisão política. Não há nada técnico, nem legal que obrigue a ter vagas. Estacionar não é um direito constitucional” – Enrique Peñalosa

“A política de transporte público em cidades como Nova York e Londres pensa em como reduzir o número de carros. Em cidades como Bogotá, São Paulo ou Porto Alegre os secretários de Transporte sempre pensam em como facilitar a circulação de carros, o que não dá certo” – Enrique Peñalosa

“Tratar os engarrafamentos com vias maiores é como apagar fogo com gasolina” – Enrique Peñalosa

“Em uma boa cidade, as pessoas estão do lado de fora, não em shopping centers. Em uma boa cidade, não vamos de carro comprar pão e leite. Somos pedestres, necessitamos caminhar” – Enrique Peñalosa

“Uma boa cidade não é aquela em que até os pobres andam de carro, mas aquela em que até os ricos usam transporte público. Cidades assim não são uma ilusão hippie. Elas já existem” – Enrique Peñalosa

>> Leia a reportagem sobre a palestra em Porto Alegre na íntegra

Se você entende inglês, vale muito a pena assistir à essa palestra de Peñalosa na Universidade de Portland:


Comentário

  • The type of city we want in the future must have the means to sustainable development, quality of life for us, means that many green areas, parks, gardens, streets to walk free, individual means of locomotion at low speed with clues giving appropriate priority to pedestrians, contrary to what is done today in the world, where the means of mass transportation and individual citizens are above us. However, we must expedite the regulation of transport of double movement: By land and by air. Approved only in the U.S., Japan and Israel (already in use for 02 years in Israel for rescuing victims of terrorist attacks, serving as an ambulance while). The flying car developed by Honda Japan and the U.S. Boeing promises to be the most effective in terms of autonomous flight, takeoff differentiated system without wings to ensure the balance of the equipment. Solutions already exist in the air, but the auto industry block these contemporary solutions. Remember the mobile technology that was hidden since World War II the Germans used for

    ubirajara Santana extravidros.com.br
  • A frase “Uma boa cidade não é aquela em que até os pobres andam de carro, mas aquela em que até os ricos usam transporte público” é de uma excelência raramente vista. Coloca o debate no devido çlugar

    Vera Milet
  • Jesus o mestre Nazareno nos disse: “Cres
    cei e multiplicai-vos”…Se Ele não falou, pelo menos pensou, que não deveríamos multiplicarmo-nos, sem antes abrirmos nossas consciências e que se isso viesse acontecer, não seria legal!

    A ideologia da ” SIMPLICIDADE VOLUNTÁRIA” ou do “CONFORTO ESSENCIAL” é aproposta que melhor se adequa a esses novos tempos, donde todos passarão a ter acessos ao bem de consumo e esse “todos” crescerão abruptamente!

    Vamos “crescer” então…Eu de minha parte fico cantando: Porque ser natural é a minha única espiritualidade!!!

    João Jarnaldo de Araújo joaojarnaldo@hotmail.com
  • [...] “Eu fui quase deposto por remover as áreas das ruas que a elite da cidade se apropriou ilegalmente para usar como estacionamento”, disse o prefeito em um comunicado. [...]

    Bogotá terá primeira linha de Metrô – Via Trolebus viatrolebus.com.br/2016/04/bogota-tera-primeira-linha-de-metro

Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: