Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 26 de setembro por Eu Vou de Bike

Tags:, , ,

Rio deve ampliar aluguel de bicicletas

Uma das grandes críticas ao projeto de compartilhamento de bicicletas do Rio de Janeiro, o Bike Rio, é que ele atende com mais ênfase os moradores da zona sul da cidade, especialmente a região de praias. Isso está para mudar.

Segundo a Prefeitura da cidade, em breve serão feitas licitações para instalar as ‘laranjinhas’ em bairros como Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Jacarepaguá, na zona oeste, e também na Tijuca, na zona norte. “A nossa vontade é que a gente tenha entre 3 e 5 mil bicicletas até o final de 2013″, afirmou o secretário Carlos Roberto Osório, em entrevista ao portal Terra.

Hoje, o projeto Bike Rio tem 58 estações funcionando diariamente, das 6h às 22h (poderia ser 24h, né?). Segundo dados da reportagem do Terra, cerca de 580 bicicletas são usadas nas estações.


Comentário

  • Que demais! Adorei a notícia. Moro em Vargem Grande…bem que podia ter uma estação dessas por aqui. :) Beijo

    Neca
  • Que bomm que vão colocar as bikes na zona norte tb! Moro na vila da penha e só consigo usar eles quando estou na casa do meu pai, que fica no flamengo. Pelo valor pago de imóvel no RJ esse tipo de estrutura já deveria ter sido implantada há muito mais tempo, ainda mais se você observar o crescente aumento dos imóveis (nem precisa ir muito longe pra isso, a ImovelVIP que é uma das principais traz um mapa detalhado dos valores, dá pra ver pelo site deles: http://imovelvip.com.br/). Mas é melhor se focar na parte boa ueheuhe ainda bem que tão investindo nas bikes.

    Abraçoooos!

    Christiane Ávila
  • Senhores,
    E o restante da cidade? A zona oeste não é somente Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepaguá. Sugiro ciclovias decentes no restante de minha Cidade Maravilhosa!

    VITOR COIMBRA
  • ===============================================================
    Passeio ciclístico

    Data = 29.06.2013 – Sábado

    Horário = 10 hs

    Local do encontro = Glória (aterro em frente a marina da Glória)

    Itinerário = Glória – Leblon (via aterro e ciclovia – ida e volta)

    Obs: Tempo com chuva = passeio cancelado.
    =====================================================================

    Luiz Antonio
  • Prezados senhores,

    o sistema quase só tem estações vazias. Quando há bicicletas, estão quebradas ou não são liberadas de jeito nenhum porque o sistema não detecta sua presença no local onde ela está presa. Divulgam que são 600 bicicletas para 58 estações. Deveria haver em média 10 bicicletas por estação: nunca vi mais que oito em nenhuma estação, nem a noite nem em dias de chuva. Por exemplo, ontem (29/12 por volta de 20:00) estava chovendo, mas, mesmo assim, a estação do Rio Sul só tinha três bicicletas. Eu tinha passado lá mais cedo e só havia uma bicicleta, com o cabo do freio quebrado. É um engodo, mesmo. Comprei o passe mês passado, já está expirando e só consegui usar três vezes, duas delas tendo de telefonar 4 vezes pelo celular para liberar uma bicicleta. Enfim, não pretendo renovar meu passe e não recomendo que ninguém entre nessa. Tomara que melhore.

    Roberto da Silva
  • Prezados senhores,

    caí no conto do Bike Rio (pague R$10/mês para andar de bicicleta, e ande a pé ou de ônibus de uma estação vazia para outra, gastando com seu celular) e comprei o passe de um mês que expira hoje à uma da tarde. Ontem não usei o sistema para ir ao trabalho porque ele não é confiável para quem tem horário marcado, uma vez que é pouco provável que se encontre bicicleta na estação e a mais próxima fica a uns 600 metros da minha casa (e isto é um prvilégio em comparação com ao resto do Rio). Tentei usar à tarde para voltar do trabalho no Centro. Cheguei à Praça XV e mais uma vez a estação estava completamente vazia, pela internet vi que a estação da Cinelândia também estava, então, mais uma vez, acabou-se a possibilidade de uso a partir do Centro. No Rio, “Capital da bicicleta”, usei o ônibus para voltar para minha casa em Botafogo (uns 8 km de distância), desci em frente à estação Rio Sul e vi que ali também não havia nenhuma bicicleta. Para completar, hoje de manhã passei em frente à estação UFRJ e havia duas bicicletas, uma com a corrente arrastando no chão e outra sem banco. Enfim, esse sistema até é uma ideia boa, tem atendentes simpáticos, mas só peca no “pequeno detalhe” de não ter bicicletas em condições de uso. Compartilho a experiência para que outros não cometam o mesmo erro do que eu, de dar dinheiro para um sistema como esse. Dizem que esse sistema é inspirado nos de Paris e de Londres. Comparem os mapas de estações desses sistemas com o do Rio, é de chorar. O que aparece imediatamente é a distância minúscula de uma estação para a outra, mas o que mais impressiona é a diferença no número de bicicletas disponíveis por estação. Torço para que o sistema melhore depois da licitação para que eu volte a comprar passes, mas isto é Brasil…

    Roberto da Silva
  • Gostaria de me associar a outros moradores do subúrbio Carioca e da Baixada Fluminense para debater a nossa mobilidade de bicicleta de casa para o trabalho passando pelas estações de trem e metrô. Acredito que quem mora e trabalha perto de uma estação de trem e metrô sabe o que estou dizendo. Poucos são os que se deslocam até a estação de trem de bicicleta para trabalhar e ainda mais para o lazer. Continuam parados o planos operacionais de mobilidade de bicicleta, do Governo do Estado para o municipio do Rio de janeiro. Poucas estações tem bicicletários. Não poderia ser uma obrigação ? sim ou não ?.

    silvio
  • Excelente nota, muito bom post, Voce pude Publique o seu anuncio com todas as fotos, videos e mapas que voce quer totalmente gratis em http://www.rioanuncios.com – Anuncios Classificados Gratis do Rio de Janeiro

    RIOAnuncios.com rioanuncios.com
  • Infelizmente tenho que andar de bike na rua, pois onde moro, no bairro do Rocha, próximo a estação Riachuelo, não tem ciclovia. Não existe nem aquela ciclo faixa ridícula que não nos dá segurança nenhuma. Peço que façam uma ciclovia ligando do Méier até o Aterro do Flamengo.

    Sidnei Nogueira
  • Olá Gostaria de deixar registrado minha admiração pelo site, gosto por demais das postagens e dicas, Sou Guia de Turismo no Rio de Janeiro e faço City Tour no Rio de Janeiro para Brasileiros, quando estiver no Rio, faça uma visita http://citytournoriodejaneiro.com.br

    Andre Oliveira citytournoriodejaneiro.com.br
  • Noticia antiga, mas ainda precisa melhorar muito o aluguel de Bike aqui no Rio, trabalho com turismo e vou trabalhar de Bike, porem tive de comparar uma pois as do Itau não dão conta da demanda…

    Ainda mais agora em Janeiro cidade lotada pela alta temporada de Turismo, a galera la da empresa até esta comercializando Bike Tours, é bem legal!

    Gabriel Guia s2rio.com.br

Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: