Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 23 de outubro por gugamachado

Tags:, , , ,

De bike pela Inglaterra (parte 5)

Munidos de nossas “ferramentas”, iniciamos nossa viagem rumo a região onde ocorreu o festival L’Eroica Britannia 2014, ou seja, de Stratford Upon Avon até nosso hotel, em Matlock, condado de Derbyshire.

Esta viagem de aproximadamente 150 kms, incluiu alguns percursos de trem e muita pedalada por estradas do interior da Inglaterra. Nos trens as bicicletas eram sempre “bem vindas”, com locais adequados para estacionar e prendê-las com segurança, enquanto nós ficávamos tranquilos para apreciar a linda paisagem.

Mas as vezes estes “estacionamentos” eram meio atrapalhados …

UK pt5 from Augusto Machado on Vimeo.

Um detalhe é que, na medida em que íamos avançando rumo ao interior, as acomodações para as bicicletas iam simplificando, até chegar ao ponto de dividirmos espaço com um carrinho de bebê, cujos pais nem se importaram com a proximidade das bicicletas!!!

Trocamos de trem em Birmingham, cidade bem desenvolvida a cerca de 150 kms de Londres, e terra do Black Sabbath e do Duran Duran, onde pegamos nova composição rumo a Buxton, linda cidade já na região de Peak District.

Algumas imagens da estancia termal de Buxton, no condado de Derbyshire:

sistema de compartilhamento de bicicletas na estação de trem de Buxton

Daí iniciaríamos a pedalada rumo a Bakewell, cidade famosa pelos seus pudins e local onde ocorreria a L’Eroica, e depois iríamos para nosso hotel em Matlock, cidade próxima a Bakewell. Esta pedalada foi de aproximadamente 30 kms, com uma altimetria bem considerável, e com direito a perdas pelo caminho…

UK pt.5-02 from Augusto Machado on Vimeo.

Uma coisa incrível é que estas estradas na maioria dos casos não possuem acostamento. Então era muito comum pedalarmos no “meio da estrada”, que além de tudo quase sempre eram de mão dupla. O respeito dos motoristas conosco foi impressionante e exemplar, na medida em que os carros chegavam próximos as bicicletas, porém aguardavam pacientemente para nos ultrapassar somente quando esta manobra pudesse ser feita com a segurança e a distância adequadas.

Detalhe: paramos num posto desta estrada para comprar água, e o atendente ficou muito impressionado que estávamos pedalando por aquela via, pois, segundo ele, é a “estrada que mais mata na Inglaterra”!!! Obviamente que, por estarmos acostumados com o Brasil, nem de longe percebemos este perigo…

E, finalmente, L’Eroica Brittania 2014!!!!

No próximo post falaremos mais sobre este maravilhoso evento, que vai muito além de uma simples corrida…

Você pode ver os posts anteriores sobre esta aventura aqui, aqui, aqui e aqui.!


Deixe seu comentário

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: