Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 3 de novembro por gugamachado

Tags:, ,

Filmando o Rolê (parte 2)

 

Mostrar ao mundo todo suas habilidades em duas rodas, ou mesmo sua vivência e experiência na bike, através da web, é fácil, divertido e pode ajudar a você e outros ciclistas a expandirem seus limites!

Hoje em dia com a chegada da categoria das “Action Cams”, tudo ficou ainda mais interessante e desafiador, pois é possível fazer um filme de alta qualidade, pronto para “tira qualquer sedentário do sofá”!

Por aqui estamos tendo uma excelente experiência com a Sony FDR – X1000V, e queremos com isto dar algumas  dicas a partir de nosso uso, para que os que ainda não filmam seu rolê, passem a fazer isto com mais frequência!

Em nosso post anterior , tratamos sobre o uso da câmera como equipamento de segurança.

Agora iniciaremos com dicas gerais, que vão abordar aspectos para você utilizar desde a captação até a edição de suas imagens!

Mas lembre-se: tudo o que você necessita é de uma boa câmera, e principalmente de uma mente criativa!

Esteja Preparado!

1- Antes de fazer o seu, assista vários videos na web, para se inspirar sobre seus “takes” (o que vai filmar), bem como seus ângulos de filmagem (no próximo post falaremos melhor sobre o posicionamento da câmera em si);

2- Pense sobre alguns lugares legais que você conhece, bem como alguns “truques” que você faz com sua bike! Anote tudo numa “lista de filmagem”, que depois pode se tornar seu roteiro!

3- Você deve “contar uma estória” com seu video, pensando em início, meio e final! Se for filmar uma trilha, por exemplo, você pode mostrar brevemente como foi seu café da manhã, depois o encontro com a galera, a escolha do “pico”, o início do pedal, alguns tombos (hahahaha, esta é a parte de a galera mais gosta!!!) e o final na padaria ou no bar! Quanto mais criativo, melhor será seu resultado!

4- Tente estabelecer um “tema” para seu filme! Por exemplo: “rolê gastronômico”, mostrando locais que você adora frequentar. Ou se for mais específico, uma técnica de bike. Fazer um filme só com “downhill”, ou só mostrando suas manobras de BMX funciona muito bem!

5- E se você pedala mais de um “estilo”, speed e mountain bike, por exemplo, pode fazer um video misturando um pouco estes dois mundos – isto costuma dar uma boa audiência!

No mais, pense sempre se você mesmo gostaria de assistir ao vídeo que acabou de postar!


Comentário

  • Como parte dos meus preparativos para a peregrinação no Caminho de Santiago esse ano, dei inicio a um blog pessoal onde tenho, a medida do possivel, publicado videos que fa#o das minhas pedaladas. Eu uso uma Sony HDR-AS30V e tambem escrevi sobre ela no meu blog.
    Achei interessante a colocação no final do texto: “Você mesmo gostaria de assistir ao vídeo que acabou de postar?”. Eu acho que sou meu maior (e talvez único) fã, mas como não faço isso procurando reconhecimento pessoal, ou algum tipo de ganho monetário isso não me preocupa muito. Vejo como um desafio que me força a sair da minha zona de comforto (sempre fui meio timido) e que me incentiva a não parar de pedalar.
    Se alguem estiver interessado em ler sobre minhas humildes aventuras ciclisticas na Inglaterra ou Europa, a página em português do blog é http://eyecycled.com/blog/pt_BR/
    Nem tudo eu traduzo para o Português, mas a maioria dos videos são só de pedais com um fundo musical de qq forma.
    Abraços e parabens pela iniciativa.

    Paulo
  • [...] Você pode ler nossos dois posts anteriores sobre o assunto aqui  e aqui. [...]

    Eu Vou de Bike – Bicicletas, Lazer e Transporte Urbano » Filmando o Rolê (parte 3) euvoudebike.com/2015/11/filmando-o-role-parte-3

Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: