Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 29 de setembro por gugamachado

Tags:,

Shimano Fest consolida-se como evento da bicicleta em São Paulo!

Competições de alto nível, exposição com as novidades do mercado, shows de rock e atrações para toda a família marcam o Shimano Fest, prestigiado por 20.500 pessoas

 

O frio e a chuva na capital paulistana não impediram os amantes do esporte de acompanharem o último dia do Shimano Fest, maior festival de bike da América Latina, que reuniu 20.500 pessoas em quatro dias, no Jockey Club de São Paulo. No domingo (25), foram definidos os campeões das principais provas do Bike Competition. No MTB Short Track, prova válida pela UCI (União Ciclística Internacional), levaram o título o paulistano Luiz Cocuzzi (Lar/Scott/Shimano) e a mineira Isabella Lacerda (LM/Sense de MTB). No Criterium por Pontos, Robertinho Silva e Daniela Lionço, ambos da Funvic Soul Cycles & Carrefour, garantiram a dobradinha para a equipe de São José dos Campos.

Luiz Cocuzzi fez uma disputa emocionante com Rubinho Valeriano (Specialized Racing BR), alternando a liderança por boa parte das 11 voltas no circuito de 1,1 km, construído no entorno das demais arenas do evento, até vencer o MTB Short Track na última curva. Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano), Wolfgang Soares (Caloi Elite Team) e José Gabriel Marques (Audax/Shimano) completaram as cinco primeiras colocações.

“Ganhar uma prova na minha cidade e no evento da Shimano, minha patrocinadora, é muito bom, porque competi na frente de muita gente que conheço e recebi todo apoio necessário. Foi muito gratificante”, comemorou Luiz Cocuzzi. “Foi uma prova muito intensa e rápida, como é a característica do Short Track. Tentei me poupar ao máximo e mudei minha estratégia para levar na última volta no sprint. Errei na penúltima curva e foi nos metros finais que foi definida a vitória. Entrei por dentro e o Rubinho abriu. Quando percebi, já não havia mais como ele me ultrapassar”, complementou o atleta paulistano.

Entre as mulheres, Isabella Lacerda dominou do começo ao fim. Assim como 2015, a mineira de Itaúna não deu chance para as rivais e completou as oito voltas com cerca de um minuto de folga para Danilas Ferreira (FEAC/Franca). Sofia Subtil (Audax/Shimano), Aline Simões (Focus XC Team Brasil) e Amanda Vieira (MTB Quatro), que completaram o pódio. “Estou muito feliz. Ano passado o Shimano Fest foi um show aqui em São Paulo. Desta vez, foi melhor ainda. Gostei demais da pista, bem técnica. Me diverti fazendo o que eu gosto. Não tem coisa melhor do que isso, ser campeã e garantir o bicampeonato consecutivo”, vibrou Isabella.

 

“Terei mais duas provas pela frente na temporada, a Brasil Ride, na Bahia, e a final da Copa Internacional de MTB, em Congonhas (MG)”, contou Isabella. “Competir no meio de São Paulo é bem legal. Muito diferente do que estamos acostumados, em lugares mais afastados dos grandes centros urbanos, algo normal no Cross Country. Um público muito grande esteve aqui. Vim para o evento de bicicleta. Nunca imaginaria pedalar pela maior cidade do Brasil antes de competir, como fiz hoje do hotel para cá. Algo impagável”, concluiu a atual campeã brasileira de Maratona MTB.

Criterium por Pontos – Enquanto os atletas do mountain bike disputaram as finais no período da tarde, de manhã os ciclistas de estrada tomaram conta da av. Lineu de Paula Machada, em frente ao Jockey Club. Entre os profissionais, a equipe de São José dos Campos foi o principal destaque, com a dobradinha feita por Robertinho Silva e Francisco Chamorro. Joel Prado (Green/Piracicaba), Gideoni Monteiro (Memorial Santos) e Emerson Santos (UFF) completaram o pódio.

“Definimos que sempre que o pelotão atacasse, Chamorro e eu iríamos fazer o máximo para abrir vantagem e assim garantir as pontuações de metas volantes. Deu tudo certo. Nossa equipe trabalhou muito bem”, relatou o campeão. “Toda vez que vinha o pelotão, na maioria das vezes nós dois fechávamos a volta na frente e me sagrei campeão desta forma, com meu companheiro em segundo. Gostaria de agradecer todos da Funvic Soul Cycles & Carrefour e especialmente minha esposa, aniversariante da semana”, completou Robertinho.

No feminino, Daniela Lionço venceu mais uma vez na avenida do Jockey, após faturar a Prova 9 de Julho há pouco mais de dois meses. Apesar de ter trabalhado para sua companheira Tatiele Valadares, o título ficou com Daniela após vencer a última meta volante, a mais importante entre oito voltas pontuadas. “Nosso objetivo era garantir o título para a Tatiele, nossa atleta com características de sprint. No meio da corrida perdemos o controle e mudamos a estratégia. Fizemos vários contra-ataques de sprints e deu muito certo”, contou. “Este é meu circuito da sorte. Só quero correr aqui. Estou muito feliz. Passei o sábado todo no Shimano Fest dando entrevistas e visitando os patrocinadores, sem focar na prova, então deixei na mão do destino e deu certo”, comemorou.

Desafio técnico - No Desafio Técnico, organizado pela Escola Park Tool, o melhor entre 12 mecânicos foi Marcos Thiago Bustamante (Gamaia Esportes), de São José dos Campos. Marcos venceu a competição ao regular o Di2 do Ultegra Shimano em menor tempo, usando um aplicativo no computador que regula o câmbio eletrônico. “Bem emocionante. Foi difícil e meus concorrentes eram bons. É diferente fazer na oficina, porque aqui tem tensão e a briga é contra o tempo. O maior inimigo somos nós mesmos. Você sabe que é capaz, mas tem que controlar a ansiedade”, avaliou Marcos. “É bem gratificante. O ferramental que ganhei (kit de ferramentas Park Tool) será muito útil. Me ajudará muito e também minha família”, finalizou o mecânico de 32 anos, que trabalha na área há 18 anos.

Demais atrações – O último dia do maior festival de bike da América Latina reservou ainda uma vasta programação para os amantes do ciclismo. Além das competições, atividades não faltaram, com o Bike Kids e o Bike Radical repetindo a dose nas atrações. No Espaço Mulher, a palestra com Vânia Xavier, sobre o “A Bike e o Empoderamento feminino” e “Dicas de mecânica básica para Mulher”, da Ciclo BR, foram os destaques, com mais aulas de bike da Ride State, em dois períodos.

A programação do Bike Mobility seguiu com palestras e debates sobre mobilidade urbana, com temas como Segurança no Trânsito, entre outros. No Bike Show, foi a vez de “Caio Durazzo One Man Band” apresentar seu trabalho no meio da tarde e o grupo “Kid Vinil & banda Magazine” encerrar as atividades do evento logo em seguida, animando um bom público até o final da tarde domingo. Ainda no domingo, o show de Taiko do Grupo Kiendaiko deu aos presentes uma ótima amostra da cultura oriental.

No início da tarde, foi feita uma homenagem ao ultraciclista Claudio Clarindo, que morreu atropelado em janeiro deste ano quando treinava na Rio-Santos. Foi mostrado um vídeo de Clarindo em uma competição e sua esposa, Elisabete Pereira, o filho João Vitor, e Jacó Amorim, ciclista que treinava com Clarindo no momento do acidente e que sofreu ferimentos graves, agradeceram a homenagem e o apoio recebido após o acidente.

Doutores da Alegria – A ONG Doutores da Alegria comemorou seus 25 anos de fundação com o Bobociclismo, um divertido passeio ciclístico de 2 km liderado pelos artistas que atuam nos hospitais de São Paulo utilizando a arte do palhaço para qualificar as relações humanas. Mais de 200 pessoas participaram da atração, que garantiu a diversão ao público. Após o passeio, foi realizada uma intervenção artística com os palhaços no Espaço Kids.

Lojas lotadas – Além da área da Expo, com 74 estandes, a sétima edição do Shimano Fest trouxe uma novidade: logo na entrada o visitante passava pela área de lojas, com 44 marcas, com vendas ao consumidor de produtos ligados ao mercado da bike. Neste final de semana, as lojas receberam um grande público e ficaram lotadas durante o tempo todo.

Outro espaço muito elogiado do Shimano Fest foi a praça de alimentação, com 20 food trucks e 6 food bikes, com opções variadas de lanches, sorvetes e doces.

O resultado do Shimano Fest, tanto na presença de público, quanto nos negócios feitos pelos expositores, foi comemorado pelos organizadores do evento.”A sétima edição superou todas as nossas expectativas. Mesmo com o tempo nublado no final de semana e chuva no domingo um grande público compareceu ao Jockey Club, lotando todos os estandes, lojas e área de alimentação. Conseguimos confirmar o conceito de que fizemos o evento para as famílias. Nos dois primeiros dias, tivemos lojistas de todas as partes do Brasil conferindo as novidades do mercado e nossos expositores fizeram ótimos negócios e contatos”, avaliou Rogério Tancredi, gerente de marketing da Shimano Latino América.

Veja nossa galeria de fotos exclusiva aqui

 

Pódios elite do MTB Short Track

Masculino

1 – Luiz Cocuzzi – 31min55seg697

2 – Rubens Valeriano – 31min56seg383

3 – Ricardo Pscheidt – 32min06seg950

4 – Wolfgang Soares – 32min08seg963

5 – José Gabriel Marques – 32min14seg739

Feminino

1 – Isabella Lacerda – 26min20seg789

2 – Danilas Ferreira – 27min15seg831

3 – Sofia Subtil – 27min36seg748

4 – Aline Simões – 28min42seg360

5 – Amanda Vieira – 28min58seg817

Pódios pró do Criterium por Pontos 

Masculino

1 – Roberto Silva (Funvic Soul Cycles & Carrefour) – 14 pontos

2 – Francisco Chamorro (Funvic Soul Cycles & Carrefour) – 12 pontos

3 – Joel Prado (Green/Piracicaba) – 9 pontos

4 – Gideoni Monteiro (Memorial Santos) – 7 pontos

5 – Emerson Santos (UFF) – 7 pontos

Feminino

1 – Daniela Lionço (Funvic Soul Cycles & Carrefour) – 10 pontos

2 – Thayná Araujo (Memorial Santos) 9 pontos

3 – Tatiele Valadares (Funvic Soul Cycles & Carrefour) – 8 pontos

4 – Mech Fadiga (Weber Shimano Ladies Power) – 8 pontos

5 – Caterin Previley (Weber Shimano Ladies Power) – 6 pontos


Deixe seu comentário

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: