Houston na web Youtube Flickr RSS

Fórum de ideias

Se você tem ideias, dicas ou opiniões que possam melhorar o ciclismo no Brasil, participe e contribua para o movimento "Eu vou de Bike".

Postado em 23 de novembro

Uso da bicicleta como meio de transporte é viável?

Baseado em nosso recente post sobre Amsterdã, e os comentários gerados a partir deste, criamos este espaço por aqui para que possamos aprofundar a discussão sobre a utilização da bicicleta como meio de transporte e as políticas públicas de incentivo (ou não).

Seria muito interessante se todos pudessemos fazer um breve relato de nossa cidade natal com relação a usar a bike em nosso dia a dia. Quem sabe com isto ganhamos representatividade para reinvidicar nossos direitos?

Foto: Claudio Olivares Medina

IDEIAS

Indignação, solução e descaso.

Por Fabriani Melazzo em 23/11/2010

Publiquei este texto no site cidadedemocratica.org.br na ansiedade de expor problemas na cidade de Uberlândia da falta de espaço para o ciclismo como esporte e meio mobilidade e futura viabilização de mais espaços de mobilidade não motorizada. Segue: O Parque do Sabia é uma grande área ecológica que fica localizado dentro da cidade de Uberlândia e tem agregado o estádio de futebol que leva o mesmo apelido e chama João Avelange. A cidade possui um orgão municipal chamado Futel que é responsável por este parque. Pois bem, os administradores deste orgão público deixam o parque liberado para entretenimento, mas com uma GRAVE restrição: É PROIBIDO ANDAR DE BICICLETA NO SEU INTERIOR. Atitude digna de um pensamento retrógrado e autoritário. Hoje a cidade possui vários atletas que praticam ciclismo e todos os dias enfrentam o trânsito cada vez mais perigoso e intenso da cidade (que não para de crescer) para seus treinamentos. Ou seja, os ciclistas não tem um local adequado, próprio e seguro para a prática deste esporte. Já no parque pode-se caminhar qualquer hora do dia, mas de bicicleta não se entra nem empurrando-a. UM ABSURDO. Peço que as autoridades repensem. É muito fácil organizar e dar oportunidade para todos. Minha sugestão é colocar dias e horários específicos para cada atividade. Um dia e ou horário para ciclismo separado do dia e ou horário para prática de atividades sem bicicleta. Já fui pessoalmente na Futel e não consegui nenhum resultado. Os administradores sempre falam que há o PERIGO DE ALGUM ANIMAL PASSAR NA FRENTE DA BICICLETA - eles esquecem que o o risco de um caminhão passar a frente de um ciclista é mais grave. Citei o exemplo do parque do Ibirapuera em São Paulo e alegaram que o povo em Uberlândia "não é educado, interior e tal". Essas justificativas não são plausíveis, é um desrespeito, é autoritarismo e restringe o direito do cidadão. Lembro que abrir o Parque para a prática de ciclismo é um incentivo para amanhã as pessoas usar a bicicleta COMO MEIO DE TRANSPORTE e não somente como esporte. As autoridades uberlandenses esqueceram radicalmente da mobilidade não motorizada, mas gastam milhões nas vias de mobilidade motorizada.



Comentário

Comente Você Também

Para publicar seus comentários aqui com seu Avatar, cadastre-se no: