Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 25 de setembro por gugamachado

Tags:,

Prova inédita de Criterium, finais do MTB Short Track e shows encerram Shimano Fest neste domingo

Evento teve neste sábado (24) o primeiro dia aberto ao público, com atividades em todas as áreas para famílias e pessoas de todas as idades

 

São Paulo (SP) – Depois de dois dias de bons negócios para os profissionais do mercado, quinta e sexta-feira (22 e 23), o Shimano Fest alterou seu perfil neste sábado (24), quando a maior feira de bike da América Latina foi aberta ao público, que lotou o Jockey Club de São Paulo. As diversas áreas do evento foram tomadas pelos amantes do esporte, que puderam conhecer novidades e interagir com o mundo da bicicleta. Neste domingo (25), o evento segue com atrações de tirar o fôlego, com disputas como o Criterium por Pontos, na av. Lineu de Paula Machado entre 7h e 10h, e as finais do MTB Short Track, valendo pontos no ranking da UCI (União Ciclística Internacional), com o feminino às 12h30 e a prova masculina às 13h30. O Criterium tem 400 inscritos e o Short Track 150 ciclistas.

Além da Expo, aberta nos dois primeiros dias, o público teve outras seis áreas para divertir-se e aproximar-se do ciclismo durante o sábado: Bike Kids, Bike Mobility, Bike Radical, Bike Competition, Bike Show e Espaço Mulher. Na Bike Kids, a Escolinha de Bike e o tira-rodinha foram as atrações, enquanto no Bike Radical o pump track reuniu garotos e garotas de todas as idades, contando ainda com a presença da piloto Priscilla Stevaux, representante do Brasil na Rio 2016.

No Espaço Mulher, as aulas de bike da Ride State agitaram a área, que teve ainda palestras com atletas como Daniela Lionço, Beatriz Ferragi e a própria Priscilla Stevaux. No Bike Mobility foram tratados os temas de mobilidade urbana, como a palestra com o jornalista Marcos Adami, do portal Bike Magazine. A Banda “Nem Liminha ouviu” encerrou o dia, em grande estilo, logo após as apresentações de BMX flatland e dirt jump, na arena radical.

Bike Competition – Os atletas profissionais do mountain bike tiveram a oportunidade de realizar os primeiros treinos livres, logo pela manhã, para no meio da tarde iniciarem a disputa oficial do MTB Short Track, com as tomadas de tempo. Antes disso, o evento teve como destaque a competição de Cyclocross, com 30 ciclistas, vencida pelo catarinense Lucas Borba (Audax/Shimano), no mesmo circuito que os mountain bikers irão competir neste domingo as finais da modalidade. Na categoria expositores e lojistas, com 20 participantes, o título ficou com Flavio da Cruz Leal, da Sense / LM Bike, e na mídia ganhou Leandro Camargo, da Torrone Bikes.

Estão confirmados no MTB Short Track ciclistas como Rubinho Valeriano, Ricardo Pscheidt, Sherman Trezza, Guilherme Muller, Isabella Lacerda, Sofia Subtil, entre outros. No Criterium por Pontos, são destaques Gideoni Monteiro, Francisco Chamorro, Murilo Affonso, Carlos Manarelli, Clemilda Fernandes e Daniela Lionço. O Criterium por Pontos terá ainda a presença da equipe latino-americana Weber Shimano Ladies Power, com o trio composto pela brasileira Luciene Ferreira e as argentinas Mechy Fadiga e Caterin Priviley.

Gideoni Monteiro, representante do ciclismo de pista na Rio 2016, destacou a importância do evento, que chega em sua sétima edição. “Estou muito feliz de estar no Shimano Fest. É um prazer estar junto com essa galera. A Shimano faz um evento para todos, então nada mais justo do que vir prestigiá-lo e competir no Criterium. A disputa por Pontos é bem legal, um pouco diferente porque a cada volta tem pontuação. Estou bem preparado porque venho de uma sequência de provas e em seguida viajo para o México, onde vou disputar o Pan-Americano e depois o Campeonato Brasileiro para encerrar a temporada”, conta Gideoni.

A sul-mato-grossense Luciene Ferreira avalia a expectativa para a prova.”O circuito é totalmente plano e tem 3.2 km por volta. Toda a tática tem que ser bem estudada para que não ocorram erros durante o percurso, porque é muito rápida e fica difícil para recuperar depois”, conta Luciene Ferreira. “No que depender de mim, vou brigar até o fim pela vitória, com todo respeito às adversárias. Minhas expectativas são as melhores para conseguir um bom resultado com minhas companheiras de equipe”, complementa Luciene.

Programação do domingo – O quarto e último do Shimano Fest reserva ainda uma vasta programação para os amantes da prática esportiva. Além das competições de ciclismo, atividades não faltarão, com Bike Kids e o Bike Radical repetindo a dose nas atrações, com a presença especial de Renato Rezende, atleta do BMX, que esteve na Rio 2016 e competiu no Parque Radical de Deodoro, e irá participar de sessão de fotos e autógrafos com os fãs.

“Estou no Shimano Fest totalmente à disposição da Shimano e da GT Bicycles, minhas patrocinadoras, durante os quatro dias do evento. Esta é a primeira vez que minha agenda coincidiu de eu estar no Brasil e estou muito feliz de estar aqui, podendo pedalar nas melhores bikes do mercado, como as da GT e da Caloi e Cannondale. Mal posso esperar para estar em contato com a criançada e vivenciar esse momento especial junto ao público”, destaca Renato Rezende.

No Espaço Mulher, além das aulas de Bike da Ride State, haverá palestra com Vânia Xavier, sobre o “A Bike e o Empoderamento feminino” e “Dicas de mecânica básica para Mulher”, da Ciclo BR. A programação do Bike Mobility segue com palestras e debates sobre mobilidade urbana, com temas como Segurança no Trânsito, por exemplo. No Bike Show, será a vez de “Caio Durazzo One Man Band” apresentar seu trabalho às 15h, e o grupo “Kid Vinil & banda Magazine” encerrará as atividades do evento, às 16h30. Ainda no último dia, às 11h30 da manhã, o show de Taiko do Grupo Kiendaiko dará aos presentes uma amostra da cultura oriental. .

Doutores da Alegria – A ONG Doutores da Alegria comemorará 25 anos de sua fundação com o Bobociclismo, um divertido passeio ciclístico de 2 km liderado pelos artistas que atuam nos hospitais de São Paulo utilizando a arte do palhaço para qualificar as relações humanas. A concentração está marcada para as 10h30 da manhã do domingo e a saída será às 11h. Após o passeio, haverá uma intervenção artística com os palhaços no Espaço Kids.

Grupos de Pedal – Os grupos de ciclismo de toda capital invadiram o Shimano Fest na manhã deste sábado, vindo de diferentes partes de São Paulo. Assim que o Shimano Fest abriu, às 9 horas da manhã, um grande congestionamento de bikes se formou na entrada do Jockey Club. Presença constante nas últimas edições do maior festival de bike da América Latina, o Pedala Corinthians esteve presente com os ciclistas saindo da região do Parque São Jorge, na zona Leste, e pedalando 25 km para chegar ao Jockey Club de São Paulo.

Classificação Cyclocross

1 – Lucas Borba – 16min48 (Piloto Audax Team)

2 – José de Souza – 17min11

3 – Helton da Costa – 17min49

4 – Denis Yoshio – 18min17

5 – Martin Algorta – 18min40

Classificação Short Track expositores e lojistas

1 – Flavio da Cruz Leal – 15min55

2 – Sergio Augusto – 16min18

3 – Marcelo Crestani – 16min25

4 – Peterson Crestani – 17min05

5 – Cristiano Santos – 17min09

Programação completa – Toda a programação do Shimano Fest, com o horário de cada uma das atividades nas diferentes áreas do evento, está disponível no site: http://shimanofest.com.br/cronograma/.

Serviço:

Shimano Fest 2016

Data: de quinta a domingo (22 a 25) – quinta e sexta, exclusivos para profissionais do mercado, e sábado e domingo aberto ao público em geral

Horário: quinta a sábado, das 9h às 17h e domingo das 9h às 18h

Local: Jockey Club de São Paulo

Endereço: R. Dr. José Augusto de Queiroz, S/N, Portão 1, próximo à ponte Cidade Jardim

Entrada: Gratuita. A Shimano incentiva a doação de 1kg de alimento não perecível para doação a entidades assistenciais.

Como chegar: pela ciclovia do Rio Pinheiros, ciclovia da Av. Lineu de Paula Machado ou utilizando a ciclofaixa de lazer no domingo (ciclofaixa passa em frente ao lado do Jockey). O Shimano Fest terá bicicletário disponível (capacidade para 500 bicicletas). As estações de trem mais próximas são Cidade Jardim e Hebraica-Rebouças, da CPTM.

 

 

Mais informações no site: www.shimanofest.com.br

Twitter:@shimanobrasil

Fanpage no Facebook: www.facebook.com/shimanobrasil


Postado em 24 de setembro por gugamachado

Tags:,

Shimano Fest ganha seis áreas com atrações para todas as idades, a partir deste sábado (24)!

São Paulo (SP) – Maior festival de bike da América Latina, o Shimano Fest mudará seu perfil neste sábado e domingo (24 e 25), no Jockey Club de São Paulo, quando o evento estará aberto ao público, com entrada gratuita em ambos os dias. Além da Expo, que recebeu os profissionais do mercado na quinta e sexta-feira (24 e 25) para conhecerem as novidades e realizarem bons negócios, outras seis áreas farão parte do evento: Bike Competition, Bike Kids, Bike Mobility, Bike Show, Bike Radical e Espaço Mulher.

No Bike Competition, alguns dos melhores ciclistas de mountain bike do País estarão em ação durante o sábado (24) no MTB Short Track, com treinos livres entre 9h e 11h30 e as tomadas de tempo entre 14h30 e 17h30. Neste meio tempo, haverá a competição para mídia e expositores, e a disputa do Cyclocross. Estão confirmados nomes como Rubinho Valeriano, Ricardo Pscheidt, Sherman Trezza, Guilherme Muller, Isabella Lacerda, Sofia Subtil, dentre outros.

“O Shimano Fest é um evento diferenciado. Um festival que tem sua base em uma feira com as novidades do mercado e, em paralelo, várias atividades, como teste de bikes, apresentações e shows. É uma grande festa em clima de encerramento do ano, antes do meu último desafio, a Brasil Ride, na Bahia. Encaro a competição do Short Track sem grande pressão, porque ninguém treina essa modalidade específica, que tem como fundamento divulgar o esporte em uma pista de pouco mais de 1 km”, conta Sherman Trezza, da Caloi Elite Team. “Porém, quando der a largada vou fazer meu máximo e ir em busca da melhor colocação possível, porque o instinto competitivo sempre fala mais alto”, completa Sherman.

O Bike Competition tem também a quarta edição do Desafio Técnico, realizada entre sexta (23) e domingo no estande da Escola Park Tool. Trata-se de uma competição entre mecânicos que irão testar habilidades, conhecimento e agilidade. Ganhará a prova o mecânico que fizer o procedimento da maneira correta e em menor tempo. Após duas baterias nesta sexta, outras duas serão realizadas no sábado e a final está marcada para o domingo

Enquanto os pais poderão visitar os estandes de mais de 70 expositores na Expo e fazer compras em 44 lojas, as crianças terão atividades especiais que vão garantir sua diversão. O Tira-rodinhas, onde os pequenos aprendem a andar de bicicletas sem as rodinhas, e a Escolinha Bike, que consiste em estimular, desde cedo, o papel nas crianças de cidadãos responsáveis no trânsito, prometem ser atração na área, que terá também o circuito de Pump Track para os mais velhos. Ateliê de customização artística, o Pimp My Bike oferecerá adesivos para bicicletas e capacetes, além de refletores personalizados que servem como item de segurança.

Com o crescente número de mulheres praticantes do ciclismo, o Shimano Fest terá uma área especial para o público feminino. As aulas gratuitas de spinning, do estúdio de ciclismo indoor Ride State, prometem ser a sensação da área. Serão duas sessões no sábado, das 11h às 12h30 e das 14h às 15h30. Três palestras serão realizadas no sábado: Das 9h às 10h, o “Dicas de Mecânica Básica para mulheres”, da CicloBR; “Beatriz Frias: Mulheres ciclistas”, com as atletas profissionais Priscilla Stevaux, representante brasileira no BMX da Rio 2016, e Daniela Lionço, das 10h às 11h; e “Ladies Power”, com Talita Rodrigues, Renata Mesquita e Adriana Vojvodic, entre 12h30 e 14h.

Bike Show – As atrações musicais prometem agitar quem for à sétima edição do evento, com três shows de rock e um de Taiko, som tradicional da cultura japonesa, com seus tambores orientais. No sábado, a partir das 15 horas, está programada apresentação da banda “Nem liminha ouviu”. Comandado por Tatola Godas, da rádio 89 FM, o grupo é uma homenagem a esse simbólico músico e produtor que colocou seu talento na nata do rock, mas que vai além da superfície onde existiram dezenas de outras bandas “marginais”.

Bike Radical – O Bike Radical contará com apresentações de bike trial, BMX dirt jump e freestyle flatland, além de duas apresentações especiais com atletas que representaram o Brasil na Rio 2016: Priscilla Stevaux e Renato Rezende. No sábado, às 11h30, Priscilla estará interagindo com os fãs e pedalando no pump track.

Bike Mobility – Destinado às atividades, discussões e ações sobre a mobilidade urbana e sustentabilidade, o Bike Mobility também estará no foco das atenções, com palestras e debates sobre mobilidade e sustentabilidade, conversas entre especialistas e cicloativistas e a abordagem do Cicloturismo, por meio de três exposições fotográficas. Se em 2015 o mote foi o #TodoMundoPelaBike, desta vez o Shimano Fest terá o lema #RespeitoPelaBike, que tem entre seus principais objetivos, sensibilizar mais pessoas quanto à segurança dos ciclistas nas ruas e estradas do Brasil, em homenagem ao ultraciclista Claudio Clarindo, morto no início do ano enquanto treinava na Rodovia Rio-Santos.

Mais novidades do mercado – Não faltaram novidades no segundo dia de atividades do Shimano Fest. Entre elas, esteve a nova marca de bicicletas customizadas, a Torrone Bikes. Equipada com o câmbio Nexus da Shimano, a Mini Velo fez sucesso entre os amantes do esporte. No estande da Shimano, a bike com a linha Metrea e a MTB equipada com o Shimano Steps, linha elétrica da marca, estiveram em destaque. Na Groove, a Riff 90 e a Rhythm 70, agora com novo SLX de 11 velocidades, câmbio traseiro XT Shadow Plus e o novo cassete XT 11-4 foram as atrações.

Programação completa – Toda a programação do Shimano Fest, com o horário de cada uma das atividades nas diferentes áreas do evento, está disponível no site: http://shimanofest.com.br/cronograma/.

 

Serviço:

 

Shimano Fest 2016

Data: de quinta a domingo (22 a 25) – quinta e sexta, exclusivos para profissionais do mercado, e sábado e domingo aberto ao público em geral

Horário: quinta a sábado, das 9h às 17h e domingo das 9h às 18h

Local: Jockey Club de São Paulo

Endereço: R. Dr. José Augusto de Queiroz, S/N, Portão 1, próximo à ponte Cidade Jardim

Entrada: Gratuita. A Shimano incentiva a doação de 1kg de alimento não perecível para doação a entidades assistenciais.

Como chegar: pela ciclovia do Rio Pinheiros, ciclovia da Av. Lineu de Paula Machado ou utilizando a ciclofaixa de lazer no domingo (ciclofaixa passa em frente ao lado do Jockey). O Shimano Fest terá bicicletário disponível (capacidade para 500 bicicletas). As estações de trem mais próximas são Cidade Jardim e Hebraica-Rebouças, da CPTM.

 

Mais informações no site: www.shimanofest.com.br

Twitter:@shimanobrasil

Fanpage no Facebook: www.facebook.com/shimanobrasil


Postado em 23 de setembro por gugamachado

Tags:,

Ações sociais, personalidades e ciclistas profissionais, destaques do primeiro dia do Shimano Fest!

São Paulo (SP) – A sétima edição do Shimano Fest, maior festival de bike da América Latina, vai além dos sete pilares definidos pela organização, Expo, Espaço Mulher, Bike Kids, Bike Competition, Bike Mobility, Bike Show e Bike Radical. O evento, realizado pelo segundo ano consecutivo no Jockey Club de São Paulo, entre quinta e domingo (22 a 25), terá ainda ações sociais, que receberão doações de bicicletas, peças e ferramentas usadas, área de pesca e exposição do Bike Ateliê.

Em parceria com o Instituto Aromeiazero, o Shimano Fest receberá doações, que serão utilizadas em projetos sociais que promovem a bicicleta como objeto central na transformação de vida das pessoas. As ações são realizadas por meio de projetos sociais como o Galpão da Bike, espaço com atividades para formação profissional em mecânica de bicicletas e geração de renda sobre duas rodas, e o Pedala, que tem o objetivo de ampliar as oportunidades de jovens e crianças.

As bicicletas em qualquer estado são bem-vindas, que serão recuperadas antes de fazerem parte da vida de outros amantes da bicicleta e que não podem adquiri-las por questões financeiras. Além das bikes, peças e ferramentas usadas em bom estado também serão úteis.

Bike Ateliê – Proposta de um jornalista do segmento de bikes, Álvaro Perazzoli, uma arquiteta, Mônica Leandro, e um administrador de empresas, Flávio Giovanni, o Bike Ateliê irá expor no evento todas as suas criações para o público e a imprensa em parceria com a loja Bike Time. Mesas, cadeiras, abridores de garrafas, luminárias, espelhos de parede, relógios, suportes e o que mais você puder imaginar. Fundado no mês de março, em São Paulo (SP), o Bike Ateliê produz móveis, utensílios para o lar e objetos de decoração com peças e componentes inutilizados de bicicletas.

Novidades na feira – Com os dois primeiros dias reservados para os profissionais do setor e a mídia, o Shimano Fest já apresentou diversas novidades das principais empresas de bike do País. No estande da Caloi, a atração é o protótipo para 2017 da bike elétrica, com Shimano Steps. Na GT Bicycles, a Karakoram Comp com geometria Racing é o destaque e na Cannondale, a bike Scalpel-Si XXC. Na Intac, o consumidor irá encontrar todos os tipos de acessórios necessários para a prática do esporte.

 

Com duas tendas no evento, a Isapa apresenta suas novidades da marca Oggi, como a Oggi Agile Sport, principal lançamento, e bikes como Hacker Sport, Big Wheel 7.4, Cadenza, Stimolla E Velloce. Algumas dessas bikes estarão disponíveis para test-ride no percurso do Shimano MTB Short Track. Na Audax, a grande novidade é o protótipo de uma bicicleta aro 27,5 plus, que tem a opção de receber o aro 29, e estará no mercado a partir da metade de 2017.

O estande da Sense tem a Invictus, mesma bike usada pelos atletas da LM/Sense de MTB, Isabella Lacerda, Guilherme Muller e Mario Couto, uma full suspension equipada com freio e câmbio do novo XT da Shimano de 11 velocidades. A Soul Cycles traz inovações tecnológicas com a nova linha de bikes construída por uma liga de alumínio chamada “X6″, composta por: Alumínio; Manganês; Magnésio; Cromo; Zinco e Zircônio. União de materiais que irá proporcionar aos usuários uma experiência diferenciada em bikes deste estilo.

Programação completa – Toda a programação do Shimano Fest, com o horário de cada uma das atividades nas diferentes áreas do evento, está disponível no site: http://shimanofest.com.br/cronograma/.

Serviço:

Shimano Fest 2016

Data: até domingo (25) – sexta, exclusiva para profissionais do mercado, e sábado e domingo aberto ao público em geral

Horário:sexta e sábado, das 9h às 17h e domingo das 9h às 18h

Local: Jockey Club de São Paulo

Endereço: R. Dr. José Augusto de Queiroz, S/N, Portão 1, próximo à ponte Cidade Jardim

Entrada: Gratuita. A Shimano incentiva a doação de 1kg de alimento não perecível para doação a entidades assistenciais.

Como chegar: pela ciclovia do Rio Pinheiros, ciclovia da Av. Lineu de Paula Machado ou utilizando a ciclofaixa de lazer no domingo (ciclofaixa passa em frente ao lado do Jockey). O Shimano Fest terá bicicletário disponível (capacidade para 500 bicicletas). As estações de trem mais próximas são Cidade Jardim e Hebraica-Rebouças, da CPTM.

Mais informações no site: www.shimanofest.com.br

Twitter:@shimanobrasil

Fanpage no Facebook: www.facebook.com/shimanobrasil


Postado em 23 de setembro por gugamachado

Tags:, ,

Shimano Fest é nesta semana!!!!!

Sétima edição do maior festival de bicicleta da América Latina será realizado entre 24 e 25 de setembro. Dias 22 e 23 serão destinados apenas aos profissionais do setor

São Paulo (SP)- Uma cidade famosa pelo trânsito pesado e sua personalidade sisuda. São Paulo, aos poucos, vai movimentando-se mais livremente sobre duas rodas e aprendendo a aproveitar melhor seu espaço. E, foi por meio das novas ciclovias, parques e áreas de lazer, que a cidade começou a se render definitivamente ao encanto e praticidade das bicicletas. Não por acaso, a Capital Paulista receberá o maior festival de bike da América Latina pelo segundo ano consecutivo. O Shimano Fest será realizado no final de semana de 24 e 25 de setembro, no Jockey Club de São Paulo e reunirá em um só local passeios, competições, shows de rock, apresentação de Taiko, exposição e testes de produtos, atividades para as crianças e toda a família, brindes e uma vivência integral do universo que envolve o pedal. Trata-se de um evento para todas as idades e com entrada gratuita, o que torna o Shimano Fest um excelente programa para o fim de semana em São Paulo.O evento em sua sétima edição traz o lema do Respeito Pela Bike, em homenagem ao ultraciclista Claudio Clarindo, embaixador da marca e grande incentivador da bicicleta, morto este ano em um acidente enquanto treinava na Rio-Santos. São esperados 25 mil visitantes no Shimano Fest, durante os quatro dias de duração. Os dois primeiros dias (22 e 23), são exclusivos para lojistas e profissionais do setor, convidados das empresas participantes e mídia, e têm foco no fortalecimento dos negócios e no relacionamento dos profissionais da área. Sábado (24, das 9 às 17h) e domingo (25, das 9 às 18 horas) são os dias do Festival propriamente dito, aberto ao público em geral e com entrada gratuita: a organização sugere doação de 1 kg de alimento não perecível. Haverá espaço para estacionamento de 500 bikes. 

E é no final de semana que as atrações serão mais variadas. A arena Bike Show promete animar o público com três shows de rock, um no sábado, dia 24 (15h – Banda “Nem Liminha ouviu”) e dois no domingo, dia 25 (15h – “Kid Vinil e banda Magazine” e Caio Durazzo “One Man Band”), mesmo dia em que o show de Taiko do Grupo Kiendaiko, os tradicionais tambores japoneses, dará aos presentes uma amostra da cultura oriental. 

O Doutores da Alegria, organização da sociedade civil sem fins lucrativos que comemora 25 anos, estará presente na manhã do domingo com o Bobociclismo, um divertido passeio ciclístico de 2 km liderado pelos artistas que atuam nos hospitais de São Paulo utilizando a arte do palhaço para qualificar as relações humanas. A concentração está marcada para as 10h30 e saída será às 11h. Após o passeio, haverá uma intervenção artística com os palhaços no Espaço Kids. Além de comemorar o aniversário da associação, o Bobociclismo tem por objetivo compartilhar a causa da alegria e seus valores, além de conscientizar a comunidade dos espaços de lazer e integração com a cidade a partir do uso da bicicleta.

Seis pilares compõem o Shimano Fest em 2016: Bike Show, Bike Kids, Bike Radical, Bike Competition, Bike Mobility e Área Expo. O Bike Show também terá espaço gastronômico, com 20 food-trucks e 6 food-bikes e o Espaço Mulher, com aulas gratuitas de spinning e curso básico de mecânica. O Bike Kids trará as tradicionais atrações para a criançada, com pista de pump-track, mini-bikes, tira-rodinha, a Escola Bike de Educação Para o Trânsito, além de oficina e concurso de desenho. O Bike Radical contará com apresentações de bike trial, BMX dirt jump e pump track. Destinado às atividades, discussões e ações sobre a mobilidade urbana e sustentabilidade, o Bike Mobility traz palestras e debates sobre a mobilidade urbana e sustentabilidade com especialistas e cicloativistas, além de três exposições fotográficas de cicloturismo.

A Expo será a área de estandes com mais de 100 marcas e área especial com 44 lojas vendendo ao consumidor final as novidades e lançamentos do mercado. O Bike Competition terá quatro provas: ciclismo de estrada (Criterium), mountain bike (Short Track) válida pelo ranking UCI (União Ciclística Internacional), cyclocross e o ‘Desafio Técnico de Mecânicos’. A principal novidade na sétima edição do evento ficará por conta da Prova de ciclismo no formato Criterium por Pontos, no domingo (25), distribuindo uma premiação de cerca de 7 mil reais entre homens e mulheres nas disputas profissionais. Deverão competir num circuito na avenida Lineu de Paula Machado (em frente ao Jockey Club) cerca de 500 ciclistas. A primeira largada será às 7h. No sábado (24) será o dia das competições com os lojistas, expositores e mídia (cinco voltas), entre 11h e 12h30, do cyclocross e das tomadas de tempo do MTB Short Track para as finais de domingo.

 

 

Serviço:

O quê: Shimano Fest 2016

Quando: 24 a 25 de setembro – Os dias 22 e 23 são exclusivos para profissionais do mercado. De quinta a sábado, das 9h às 17h e domingo das 9h às 18h

Onde: Jockey Club de São Paulo que fica na R. Dr. José Augusto de Queiroz, S/N, Portão 1, próximo à ponte Cidade Jardim

Como: Gratuita. A Shimano incentiva a doação de 1kg de alimento não perecível para doação a entidades assistenciais.

Como chegar: pela ciclovia do Rio Pinheiros, ciclovia da Av. Lineu de Paula Machado ou utilizando a ciclofaixa de lazer no domingo (ciclofaixa passa em frente ao lado do Jockey). O Shimano Fest terá bicicletário disponível (capacidade para 500 bicicletas). As estações de trem mais próximas são Cidade Jardim e Hebraica-Rebouças, da CPTM.

 


Postado em 21 de setembro por gugamachado

Tags:, , ,

Participe do Dia Mundial Sem Carro! Vá de Bike!

Amanhã (quinta) é o Dia Mundial Sem Carro! Aqui em São Paulo, é o décimo primeiro ano consecutivo que a data é comemorada, mas esse dia já marca o calendário de muitas cidades e países desde 1998.

A campanha do Dia Mundial Sem Carro nasceu na França, em 1998, com apenas 35 cidades participantes. Em 2000, outros países da Europa passaram a adotar a data e o manifesto tomou força. O movimento chegou ao Brasil em 2001, com a participação de 11 cidades. Em 2004, mais de 1.500 cidades participaram da ação, distribuídas em 40 países!

O Dia Mundial Sem Carro tem como objetivo mostrar que é possível ter uma vida normal na cidade grande sem o uso do seu veículo. Ônibus, metrô e as bicicletas, é claro, são ótimas alternativas para locomoção.

Nos últimos anos, temos assistido a uma mobilização cada vez maior da sociedade no sentido de considerar a bicicleta como meio de transporte sério e viável, inclusive pelo próprio esgotamento do modelo de transporte atual, completamente centralizado nos carros.

E não é tão complicado sair pedalando no seu cotidiano. Aqui no EVDB, já demos várias dicas de segurança e comportamento no trânsito para quem nunca pedalou nas ruas e quer começar a substituir o veículo por um meio de locomoção mais econômico, menos poluente, mais ágil e muito, mas muito mais saudável!

Veja abaixo algumas dicas para deixar o carro na garagem e começar a pedalar!

A decisão de trocar o carro pela bike não é tão difícil quanto parece

Dicas de comportamento e sinalização para quem pedala no trânsito

- Dicas para pedalar no frio

- Veja como integrar a bicicleta a outros meios de transporte

- Saiba como pedalar com segurança durante a noite

-Veja dicas para trocar o pneu furado da bicicleta


Postado em 15 de setembro por Eu Vou de Bike

Tags:, , ,

Veja dicas para sair do sedentarismo

Os grandes centros urbanos, com a sua automatização progressiva, fazem com que o estilo de vida do ser humano seja direcionado para diminuir a realização de atividades que envolvam um aumento do gasto energético, pois as inovações tecnológicas são cada vez mais voltadas para facilitar a vida do indivíduo.

Porém, a consequência desta comodidade é que, com a diminuição do gasto calórico, aparecem doenças relacionadas ao sedentarismo tais como o diabetes, a hipertensão arterial, a depressão, a obesidade, o câncer, o infarto agudo, a osteoporose e as doenças pulmonares.

Podemos definir como sedentária a pessoa que anda ou se exercita pouco, ou seja, inativa. Sedentarismo é a queima de menos de 2.200 calorias por semana em atividades físicas ou a ausência de prática de atividade física leve por menos de 30 minutos diariamente.

Existem outros fatores significantes que favorecem esta escolha do individuo em não se exercitar regularmente tais como: a falta de segurança urbana, que acaba sendo um obstáculo para quem pretende fazer atividades físicas, a redução de alimentos preparados em casa em detrimentos aos industrializados, o aumento do consumo de refrigerantes e bebidas alcoólicas, a redução do gasto de energia no trabalho e a utilização cada vez maior de automóveis.

O exercício físico atua diminuindo o estresss emocional, reduzindo a gordura corporal, aumentando a massa muscular e a densidade óssea, melhorando o desempenho do sistema cardiorespiratório e imunológico. Enfim, aprimorando a aptidão física para uma boa qualidade de vida.

Segundo trabalhos científicos recentes, praticar atividades físicas por um período mínimo de 30 minutos diariamente, contínuos ou acumulados, é a dose suficiente para prevenir doenças e melhorar a qualidade de vida. Tornar-se ativo pode ser uma tarefa muito difícil, porém não de todo impossível. As alternativas disponíveis muitas vezes estão ao alcance das pessoas, porém passam despercebidas.

Aumentar o gasto calórico semanal pode se tornar possível simplesmente reagindo aos confortos da vida moderna. Como exemplos disto temos:

- Ao chegar a casa ou no trabalho, se residir em edifícios, descer do elevador 3 a 4 andares antes e subir o restante de escada. Deste modo o metabolismo aumentará e junto com ele o gasto de calorias.

- Utilizar menos o controle remoto para mudar o canal da TV. Isto faz com que haja um gasto de energia ao levantar do sofá ou cadeira para se locomover até o aparelho.

- Estacionar o automóvel intencionalmente num local mais distante do lugar de destino. Desta forma, o fato de caminhar uma maior distância já estimula um maior gasto de calorias.

- Dispensar o uso da escada rolante no shopping center ou em lugares que a possuam, estimulando-se assim o hábito de praticar atividade física.

- Ao utilizar transporte público descer um ponto antes do trabalho e caminhar o restante do percurso.

- Ir trabalhar de bicicleta ou fazer uso regular da mesma como meio de transporte. Se trabalhar próximo ao metrô, verifique se a estação possui bicicletário para empréstimo ou estacionamento para bicicletas. Deste modo, o consumo de calorias do corpo humano aumentará e as doenças relacionadas ao sedentarismo serão prevenidas.

Estas atividades, apesar de parecerem simples, estimulam o aumento do metabolismo corporal.

Com relação ao gasto total de calorias por indivíduo, é necessário saber a idade, peso, altura, sexo, porcentual de massa muscular e tecido adiposo para se determinar com mais propriedade os valores individuais de cada pessoa. Mas o mais importante é se movimentar o suficiente para aumentar o consumo calórico pelo corpo, aumentando assim o metabolismo basal.

Portanto, estas são algumas alternativas que podem compor uma simples mudança de hábitos, podendo ser praticadas em locais abertos, não sendo assim necessária a prática em locais específicos, como academias e parques.

Lembre-se sempre de consultar-se com um médico antes de iniciar qualquer atividade física e procure a orientação de um profissional da área de Educação Física para saber qual é a intensidade mais adequada para você.

Por Luis Gustavo Corrêa Leite
Licenciado em Educação Física, com Pós-Graduação em Biomecânica Aplicada a Atividade Física e Saúde, possuindo 10 anos de experiência na prescrição de atividade física com ênfase nas áreas de Musculação e Personal Trainning para as diferentes faixas etárias da população, atuando em academias, residências e espaços de prática outdoor de atividade física.


Postado em 8 de setembro por gugamachado

Tags:, , , ,

O Que Acontece Quando Você Para de Pedalar?

Não deixe sua bicicleta pegando poeira!!!

Quando você para de pedalar….

…No primeiro dia:

Seu humor flutua “para baixo”… Minutos depois de iniciar o exercício, sua atividade neural acende seu cérebro como se fosse “uma máquina caça-níqueis em tilt completo”, o que não somente constrói seu cérebro (literalmente falando), mas também melhora o seu humor. O pesquisador neuroquímico J. David Glass da Kent State University relata que no momento em que os ratos de laboratório começam a pular e correr em suas rodas, eles recebem um aumento de serotonina de 100 a 200%, que é a mesma quantidade de aumento que os medicamentos antidepressivos necessitam para melhorar o nosso bem-estar e combater a depressão. Negar ao seu corpo esta possibilidade de melhoria natural através da pedalada, mesmo que por um dia, vai te deprimir, em especial se for um dia muito estressante.

Ao parar de pedalar seu metabolismo fica estagnado. Pedalar acelera o seu metabolismo em até cinco vezes acima da sua taxa de repouso durante o trabalho. Ainda quando você pedala, você queima entre 400 e 500 calorias por hora de atividade. Isso significa até 400 gramas de gordura por semana você poderia ter perdido, mas não o fez.

… Uma semana depois:

Sua pressão arterial aumenta. Exercícios aeróbicos tais como o ciclismo solicitam que o seu corpo libere hormônios que, além de outras funções, tornam seus vasos sanguíneos mais resistentes ao rompimento. Com as altas quantidades de sangue “bombando” através através de seu sistema, suas artérias e veias se manterão mais flexíveis. Os efeitos são rápidos e breves, ou seja, ocorrem quando você começa a pedalar e se encerram quando você para de pedalar. Pesquisas consideram que pedalar regularmente pode baixar sua pressão arterial em cerca de 8 (diastólica) a 10 (sistólica) pontos em um mês! Porém, ela começa a subir novamente depois de apenas uma semana que você fica “fora do selim”, sendo que você volta a sua condição inicial em apenas duas semanas.

Sua taxa de açúcar no sangue sofre muitos picos. Quando você pedala regularmente, seus músculos ficam famintos pelo açúcar que entra em sua corrente sanguínea depois que você come. Eles fazem isto para armazenar a energia para mais tarde. Depois de apenas cinco dias de inatividade, o açúcar “pós-refeição” simplesmente “permanece” em seu sangue, o que ao longo do tempo pode levar a doenças cardíacas e diabetes, segundo um estudo publicado na revista Medicine & Science in Sports & Exercise. Além do mais, as enzimas que processam a gordura e o açúcar presentes em sua corrente sanguínea começam a diminuir quando você fica sedentário, levando ao aumento das taxas de colesterol e açúcar.

… Duas a quatro semanas mais tarde:

Adeus ao volume de sangue aumentado … e ao seu condicionamento físico. A prática do ciclismo regular aumenta o volume de sangue e capacidade do seu corpo em utilizar o oxigênio que ela carrega. Depois de apenas um mês fora da bike, o seu volume de sangue cai quase 10 por cento. O seu volume de bombeamento (a quantidade de sangue que seu coração pode empurrar para fora por batida) cai 12 por cento. Suas mitocôndrias, que agem como fornos de produção de energia do seu corpo, começarão a diminuir a partir do desuso. O resultado final: seu V02 max- isto é, o seu “benchmark” de aptidão física – sofre uma queda de 6 por cento, deixando você bem menos condicionado do que algumas semanas antes.

… Mais de um mês depois:

Suas roupas ficam bem mais confortáveis quando você está em forma. Mas quando você fica sedentário,  o seu metabolismo diminui, diminuindo também a queima de gordura, fazendo sua reserva de gordura aumentar. Daí as roupas passam a nos “apertar”. Isto é sempre um bom indicativo que devemos retomar nossa rotina de exercícios. Um estudo publicado no “Journal of Strength and Conditioning Research” descobriu que nadadores que pararam de treinar durante cinco semanas aumentam consideravelmente seus pesos, suas medidas de cintura, resultando num aumento de suas gorduras corporais em 12 por cento, isto em apenas cinco semanas fora da piscina!

… Anos depois:

Sua saúde piora de muitas maneiras. Um estudo sobre gêmeos idênticos masculinos que tinham sido fisicamente ativo descobriu que quando um gêmeo parou de se exercitar regularmente por alguns anos, ele diferia consideravelmente em termos de saúde em comparação a seu irmão. Especificamente, ele foi significativamente mais fraco, tinha cerca de 3 quilos a mais de gordura corporal, tinha mais resistência à insulina, e tinha ainda menos massa cinzenta (leia-se: seu cérebro era menor) do que seu irmão fisicamente ativo.

A boa notícia é que não é preciso muito reverter este declínio rápido. A pesquisa mostrou que apenas sair para uma caminhada rápida uma vez ou duas vezes por semana pode ajudar a manter esses ganhos de condicionamento físico tão suado…

Se o seu  tempo está “apertado”, tente algum treinamento do tipo “funcional”, onde utilizamos o nosso próprio peso para nos exercitar em casa mesmo,  ou corridas/ pedaladas curtas, mas com intervalos de alta intensidade (pedale normalmente e depois de 5 minutos pedale por um minuto no limite do seu folego. Faça estes intervalos por cerca de 5 vezes, totalizando de 20 a 30 minutos de exercício).

Lembre-se que o importante é não ficar parado!!!


Postado em 1 de setembro por gugamachado

Tags:,

5 Maneiras de fazer a sua velha bicicleta sentir como nova !!!

Se os conselhos que demos aqui não funcionaram e você não conseguiu comprar uma bike nova, então o jeito é reformar sua bike antiga mesmo!

Com o tempo, sua bicicleta vai sentindo o “peso da idade”, e as coisas passam a não mais funcionar devidamente, piorando em muito a experiência do pedalar…E nos tempos difíceis que estamos vivendo, a ordem é aproveitar tudo ao máximo, consertando, reciclando e seguindo adiante até onde der!

Assim, damos algumas dicas para fazer sua velha companheira voltar a ser digna dos mais épicos pedais!

1. Troque todas as borrachas! 

Quando foi a última vez que você substituiu seus pneus? Se eles são pneus de estrada (mais finos e lisos), devem estar ficando com o meio da banda de rodagem “plana/ gasta” e com certeza devem estar apresentando pequenos cortes ao longo do pneu, certo? E se for um pneu de montanha, os “cravos” laterais ainda estão intactos ou eles já estão mostrando ruptura nas bordas?

Além dos sinais de desgaste óbvios, a borracha em seus pneus vai ficando mais “dura” ao longo do tempo. Assim, nada traz mais “vida nova” a uma bicicleta como um novo conjunto de pneus, especialmente se  você estiver atualizando para algum pneu melhor!

Para ciclistas de estrada, se a estrutura de quadro e garfo de sua bicicleta permitir, porquê não utilizar um pneu mais largo? Com isto, seus pedais ficarão mais confortáveis e estáveis!

O mesmo vale para as mountain bikes, que naturalmente já possuem pneus mais largos, mas que muitas vezes podem comportar uma largura maior ainda, que dentro de um certo limite (máximo de 2.50 polegadas) vai melhorar muito seu pedal em termos de conforto.

E quando for trocar seus pneus, verifique as suas câmaras de ar e aros. Estes não vão fazer muita diferença em termos de “pilotagem”, porém certamente podem te livrar da inconveniência de um furo…

Com os pneus já checados, verifique as outras partes de borracha na bicicleta – as “sapatas” dos freios, se sua bicicleta tiver freios do tipo “v-brake_ ou “canti-lever”, pois se os mesmos estiverem desgastados podem comprometer sua frenagem e até mesmo danificar seus aros. Se seu freio for a disco, verifique também suas pastilhas!

2. Substitua os seus “pontos de contato”

É senso comum que uma fita de guidão ou manoplas novas deixam sua bike “mais jovem” imediatamente!E certamente isto é verdade! Porém é importante não ignorar seus outros pontos de contato do seu corpo com a sua bicicleta também.

Os selins se desgastam ao longo do tempo e a espuma interna pode perder a sua firmeza, não fornecendo mais o apoio necessário para seu conforto. Assim, se o seu selim está gasto no meio, ou mesmo apresenta algumas rachaduras, é hora de substituí-lo!

Na dúvida, visite sua “bike shop” de confiança para avaliar a condição de seu selim atual. Hoje existem modelos bem leves e confortáveis que podem revolucionar sua experiência no pedal. Mas lembre-se que a máxima “quanto maior melhor” não é verdadeira. O melhor selim é aquele mais anatômico e que se encaixa melhor em você. Portanto, ao trocar de selim, não deixe de testar o novo devidamente!

Mesma história nos seus pedais. Eles contém partes móveis que não duram eternamente! Peça uma avaliação por parte de seu mecânico, e se for o caso, faça a substituição. Aproveite para experimentar os pedais do tipo “clip”, pois, mesmo se você for um ciclista urbano, estes aumentam em muito sua performance na pedalada, e hoje em dia existem muitas sapatilhas para uso urbano com visual bem interessante e casual!

3. Os cabos são “as veias” de sua bicicleta!

Considere um cabo gasto, sujo ou enferrujado como uma artéria entupida – e, assim como no nosso corpo, isto é uma má notícia para a sua bike. Substituir e/ou lubrificar seus cabos é algo relativamente barato e que vai melhorar muito sua experiência de pedalar!

Utilize os sistemas comuns de cabos de aço inoxidável e faça a lubrificação interna com lubrificante do tipo “teflon”.

E depois mantenha-os sempre limpos e lubrificados.

3. Como está sua corrente?

Normalmente, este é um dos pontos mais negligenciados pelo ciclista. E deveria ser exatamente o contrário.

Regularmente, você deve limpar e lubrificar sua transmissão. O ideal é “lavar” mesmo sua corrente, com água e sabão, tirando toda sujeira e lubrificação antiga, para então utilizar algum desengraxante/ lubrificante do tipo “WD 40”, lubrificando cada elo com um óleo específico ao final desta lavagem.

Uma corrente suja atrapalha muito a eficiência do seu pedal. Você pode encontrar dicas de manutenção de sua transmissão aqui!

Mas antes disto verifique o estado geral da corrente e veja se não é o caso de substituí-la. Na dúvida, procure seu mecânico de confiança.

5. Como estão seus rolamentos?

Diz o ditado que “o que os olhos não vêem, o coração não sente”. Como os rolamentos é a mesma coisa. Como são componentes escondidos, e nem sempre conseguimos “ouvi-los” rangendo, costumamos não dar muita atenção a eles…

A boa notícia é que muitas bicicletas modernas usam ‘rolamentos selados’, também conhecido como ‘rolamentos de cartucho’, e que têm uma durabilidade muito grande! Porém, quando você sentir sua bicicleta “áspera” ou apresentando muitos “rangidos” durante o pedal, a melhor solução é substituí-los. Infelizmente, dependendo de como eles estão instalados, você pode precisar de algumas ferramentas especializadas.

Neste caso o ideal é realizar o serviço na sua bike shop de confiança. E procure utilizar os melhores rolamentos que seu dinheiro puder pagar (compatível com os componentes de sua bike, é claro). Estes rolamentos estão presentes nos seus cubos de roda, movimento central, caixa de direção e pedais.

E é impressionante a diferença que rolamentos novos e de boa qualidade trazem ao seu pedal!

Finalizando, esperamos que, ao levar em consideração todos itens acima, você volte a ter um caso de amor com sua bicicleta!!!


Postado em 25 de agosto por gugamachado

Tags:, , ,

10 Razões para te convencer a comprar uma bicicleta nova!

Diz o dito popular: será que eu devo casar ou comprar uma bicicleta? Por aqui, nós acreditamos nos dois! E a imagem acima reflete bem isto! Afinal, por que não casar de bike, como fez nosso amigo Willian Cruz, do Vá de Bike?

Mas nosso objetivo aqui é falar da bicicleta, pois casamento é realmente algo muito complexo para tratar num simples post…

E daí vem a pergunta: será que eu preciso de uma bicicleta nova? São tantos modelos, tantas escolhas, tantas funções diferentes…Mas também, se eu tivesse uma bike nova eu usaria ela mais, pedalaria mais pro trabalho, me exercitaria mais, o que me ajudaria muito na minha saúde e nas minhas finanças, além de poupar meu tempo, pois a bike e um veículo muito eficiente nos deslocamentos urbanos…

Mas, qual o número certo de bikes para se ter? Aqui temos uma complexa fórmula matemática, que é N + 1, sendo que N é o número atual de bicicletas que você possui…Ou seja, se você realmente pedala, sempre está de olho num outro modelo, que vai trazer uma nova vantagem…E bicicletas são coisas mágicas, onde, sem ostentação, tanto faz uma bike de “magazine” quanto o último modelo daquela marca cobiçada, a sensação de liberdade e vento no rosto será sempre a mesma!

Então, se você está procurando uma razão para aumentar sua coleção, deixa a gente te ajudar! Afinal, sabemos como começa…Primeiro você manda arrumar aquela sua velha bicicleta que estava encostada tomando poeira em algum canto da sua casa…Passado algum tempo e muito prazer, você descobre que ela, apesar de tudo, já não te atende mais em certos percursos…Daí volta na loja e é apresentado ao fabuloso mundo das “Mountain Bikes”…. Muitas trilhas depois, você começa a sentir falta de desempenho, e percebe que todos os seus amigos que “pedalam mais forte” costumam treinar de “Speed” ou “Road Bikes”….Daí já viu né??? Mas nenhuma delas é muito adequada para se utilizar como meio de transporte, então….

Então, se você está procurando uma razão para adquirir esta nova bike que você está cobiçando, ou precisa de uma justificativa convincente para persuadir o seu parceiro/pais/ gerente de banco que isto não é um desperdício de dinheiro, vamos ajudá-lo com estas (desculpas esfarrapadas) justificativas profundas!

Seria bom você iniciar praticando-as na frente de um espelho para garantir que você tenha um discurso suave e natural!

1. Minha bicicleta velha está quebrada!

Uma velha e boa desculpa, e muito difícil de ser combatida! Tudo bem que esta “quebra” pode variar muito… Um pneu furado e alguns raios quebrados não são exatamente algo irreparável, mas muita ferrugem, rachaduras, peças que se soltam sozinhas, câmbios e freios que não funcionam, certamente sugerem que é hora de uma nova bicicleta!

2. Eu preciso vender minha bicicleta  antiga antes que seu valor de revenda caia!

A indústria de bicicletas está inovando mais rápido do que uma sala cheia de engenheiros da Apple, ou assim parece. Esta bike na qual você acabou de investir uma fortuna estará obsoleta antes da próxima estação do ano, então, se você quiser vendê-la a um bom preço é melhor fazê-lo rapidamente. E, claro, ter uma bicicleta nova para substituí-la.

3. A nova bicicleta é realmente a bike que você sempre quis e você nunca mais vai precisar de outra

Esta razão deve ser utilizada com muito cuidado. É um argumento para se utilizar uma só vez, pois pode colocar suas futuras compras em risco!

Essencialmente, este argumento pode significar que todas as bicicletas que você teve antes não eram muito boas, e, finalmente, as novas tecnologias e design das bicicletas se uniram para criar a “bicicleta definitiva”, com geometria e componentes incríveis e um visual “matador”! Ou seja, a bicicleta para acabar com todas as bicicletas!

Até a próxima ser lançada…

4. A nova bicicleta vai me ajudar a ficar “em forma”

Se você adquirir esta nova bike, vai pedalar mais e ficar mais saudável e “em forma”. Este argumento é bem forte, pois todo mundo sabe que as bicicletas são boas para o seu bem-estar físico e mental, certo? E quanto mais “em forma” você estiver, menor o risco de desenvolvimento de várias doenças, tais como as doenças cardíacas, no futuro. Quando você pensa sobre isso, não é apenas uma bicicleta nova, mas um investimento em sua saúde futura.

5. A nova bike vai realmente me poupar dinheiro

Apesar do investimento na novíssima bicicleta, se você tivesse este determinado modelo você estaria economizando o dinheiro gasto em transporte/academia/remédios. Assim, embora você esteja gastando dinheiro em uma bicicleta nova, na realidade, você está economizando dinheiro no longo prazo.

6. Eu tenho que comprá-lo antes que a economia enlouqueça!

Em face da incerteza econômica global provocada pela Brexit / Donald Trump / Dilma-Temer, existem chances reais dos preços subirem! . Então, realmente é crucial que você compre sua bike agora!

7. Eu sei que já tenho uma bicicleta de estrada, mas as estradas são irregulares  e uma bicicleta “off road” (MTB) seria mais apropriada

Nós usamos um exemplo de bicicleta de estrada aqui, mas existem muitas variações sobre o tema. Tudo se resume a garantir que sua bike seja realmente apta ao seu percurso, certo?

Você não gostaria de destruir seu querido quadro de fibra de carbono em estradas irregulares…Afinal, as “mountain bikes” são feitas para isto! Da mesma forma, aquela linda bicicleta de montanha “full suspension” que você comprou para as suas aventuras “all-mountain”  não vai assim tão bem nas curtas e sinuosas estradas de terra próximas de sua casa…Seria muito mais divertido ter uma MTB clássica do tipo “hard tail”, né?

Variações sobre o tema…Claro que sempre se preocupando com a segurança do ciclista e com a durabilidade da bike…

8. É mais barato comprar uma nova bicicleta do que atualizar a antiga

Você está com sua bike atual a algum tempo, e agora ela precisa de uma bela manutenção! Se tiver que trocar peças,  não será nada barato! Quando você tiver feito orçamento de um novo grupo de componentes, suspensão dianteira, rodas e pneus mais leves, além da revisão em sim, vai concluir que este custo as vezes pode chegar perto de uma bike nova! Além disso, ao comprar uma nova bike, você pode vender a antiga e obter algum dinheiro para ajudar no custo da nova aquisição!

Claro, são grandes as chances de você não querer vender sua bike antiga…

9. Eu estou apoiando o comércio local e nacional

Lojas de bicicletas locais são uma parte importante da economia da bicicleta, muitas vezes agindo como o centro social e cultural da cena local. Seu mecânico amigo está sempre à disposição para oferecer conselhos ou ter longas conversas sobre o mais recente grupo de componentes ou os resultados das competições mais recentes. Passar em sua loja local garante que eles possam continuar a sobreviver, e também significa que você terá um atendimento e um serviço muito mais eficiente no caso de um problema em sua nova bike.

E nós poderíamos ir mais longe! A economia nacional precisa do dinheiro circulando a fim de crescer. Assim, através da compra de uma bicicleta você está realmente ajudando o país, impulsionando a economia e ajudando a combater a recessão. Comprar uma bicicleta é o seu dever patriótico!

10. Minha bicicleta velha está desatualizada

Os padrões da indústria mudaram, há um monte de novas tecnologias e novo grupo de acessórios, câmbios e freios saindo em uma base quase diária. Assim, se você não se atualizar, você ficará como uma “Brompton” (bicicleta dobrável) num campo de “Pinarellos” (bicicleta do tipo “road” de alta performance), ou seja, você vai ser deixado para trás, tentando andar na estrada empoeirada por todos os outros ciclistas que se atualizaram. E você não quer isso, não é?

A alternativa

Se nenhum destes argumentos funcionarem, você sempre pode tentar o caminho da “ilusão”. Certifique-se de que sua nova bicicleta é tão semelhante à antiga quanto possível, em seguida, afirme que é a mesma bike!

Atenção: isto só funciona se a pessoa que você está tentando convencer não é ciclista…

 

 


Postado em 17 de agosto por Eu Vou de Bike

Tags:, , ,

Uma animação em homenagem a bicicleta

Para encerrar a semana de forma poética, nada melhor do que a animação criada por Luis Paris.

Segundo o autor, o vídeo é “uma homenagem a minha bicicleta, uma testemunha dos caminhos percorridos por meus tios, meu pai e meu avô”.

Assista ao vídeo abaixo, com trilha sonora de Dino Saluzzi:



Próxima