Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 28 de dezembro por Eu Vou de Bike

Tags:, , ,

Casal pedala para ajudar crianças no Brasil

Muito inspiradora a história dos ingleses Laura Pollit e Patrick Mottram, ambos de 30 anos, que viajam de bicicleta pela América do Sul para arrecadar fundos para crianças carentes no Brasil.

Segundo reportagem do G1, os dois ciclistas são ativistas da ONG Action for Brasil’s Children (ABC) e começaram a viagem pelo Rio de Janeiro e deve acabar no mesmo local, em julho de 2012, após eles terem passado por todos os países do continente!

Por enquanto, os dois já passaram pela região sul do Brasil e também por Paraguai, Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia, Peru e Equador, num percurso que já soma 11 mil quilômetros.

A viagem do casal, que foi idealizada quando eles resolveram fazer algo diferente no aniversário de 30 anos, conta com o apoio de empresários britânicos. O dinheiro arrecadado será destinado para a construção de centros esportivos e de atendimento ao menor.


Postado em 27 de outubro por Eu Vou de Bike

Tags:, , , ,

Houston marca presença na Bike Expo

A Houston vai apresentar ao mercado as últimas novidades em produtos e equipamentos durante sua participação na Bike Expo, considerado o maior evento de bicicletas da América Latina, que acontece em São Paulo entre os dias 1 e 3 de novembro.

O principal destaque da Houston são os produtos da linha de licenciados Passione (foto) e Mattel, já consagrados pelo consumidor. A primeira é uma parceria com a Globo Marcas e a segunda é uma linha inédita de bikes inspiradas nas marcas Polly e Max Steel, destinadas às crianças de 3 a 12 anos. Além disso, a Houston vai apresentar sua Linha 10, lançada em comemoração aos 10 anos da empresa – e alguns diferenciais de sua linha fitness.

Na feira, a Houston fará a distribuição de brindes personalizados da marca e um show exclusivo de aerografismo (pintura em camisetas). “Para nós é muito importante fazer parte de um evento como esse, que reúnem as principais marcas do setor. Nosso principal objetivo é levar nossas novidades para mais perto do consumidor”, diz Paulo Rubens Fontenelle, gerente de marketing da empresa.

Em 2010, a Houston conquistou projeção nacional através de uma forte estratégia de marketing. Além de comemorar seus 10 anos, investiu em ações que garantiram uma excelente exposição da marca nos quatro cantos do Brasil.

Feira multisetorial e a mais completa mostra de produtos para o setor ciclístico, a Bike Expo apresenta milhares de itens em equipamentos, produtos e serviços, funcionando como palco de novos lançamentos e ponto de encontro entre fornecedores e seus clientes.

Informações:
Quando:De 1 a 3 de novembro de 2010
Horário: Das 10h às 21h.
Onde: Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte – Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme- SP
Mais informações: www.bikeexpobrasil.com.br


Postado em 24 de setembro por Eu Vou de Bike

Tags:, , , , ,

Dia Mundial Sem Carro em resumo

O Dia Mundial Sem Carro, na última quarta-feira, já acabou, mas o Eu Vou de Bike continua funcionando e promovendo o uso consciente da bicicleta como meio de transporte.

Veja abaixo um resumo das ações promovidas durante o #DMSC.

- Lançamento do aplicativo para iPhone do Yahoo! Social Bike

Como parte dos eventos relacionados ao Dia Mundia Sem Carro, o projeto Yahoo! Social Bike lançou, em parceria com a Houston, um aplicativo para o iPhone que integra a sua bicicleta com as principais redes sociais. O aplicativo compartilha suas rotas com fotos e videos.

Durante o café da manhã de lançamento, que reuniu dezenas de ciclistas e contou com a presença do ex-secretário de Esportes, Lazer e Recreação Walter Feldman, foi apresentada também a bicicleta personalizada da Houston para o projeto.

Com um visual todo roxo, a bicicleta personalizada da Houston tem quadro de alumínio, suspensão dianteira, aro 26, câmbio de 21 marchas rodas e aro aero em alumínio com blocagem, freios v-brakes e selim em gel. Esta é a primeira vez que uma bicicleta é criada de forma exclusiva para uma ação como esta no País.

A Houston, empresa piauiense especializada na fabricação e venda de bicicletas, patrocina diversas iniciativas que visam ampliar a utilização da bicicleta como meio de transporte. Além de apoiar o projeto Social Bike, a empresa suporta o site Eu Vou de Bike e, por meio de patrocínio, divulga o mundo das bikes na novela Passione, da Rede Globo.

Fundada na cidade de Teresina, no Piauí, a Houston completa 10 anos este ano com uma série de novidades, lançamentos e projetos de incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte. Com 18 mil pontos de venda em todo o Brasil, a Houston espera neste ano consolidar sua marca e atingir a meta de produção de 900 mil bicicletas em 2010, contra 670 mil em 2009.

Veja abaixo fotos do lançamento do aplicativo e da bicicleta exclusiva:

- Passeio noturno por São Paulo

Para finalizar o Dia Mundial Sem Carro com chave de ouro, cerca de 130 ciclistas – entre homens, mulheres e crianças – participaram de um passeio noturno pela cidade de São Paulo promovido pelo projeto Yahoo! Social Bike em parceria com a Houston. Clique aqui para saber mais sobre o passeio.

Agradecimento aos Lokobikers pelo apoio na organização e condução do passeio.


Ciclistas pedalam pelo centro de São Paulo

- Café da manhã dos ciclistas

Os ciclistas que pedalaram pela Avenida Paulista na manhã do Dia Mundial Sem Carro foram recebidos na Praça dos Ciclistas com um belo café da manha.

O objetivo da ação promovida pela Ciclocidade era valorizar e incentivar o uso da bicicleta como meio de transportes. Além do café, os ciclistas ainda recebeiam dicas para pedalar em segurança pelas ruas de São Paulo.


Foto no Flickr do Yahoo!

- Vaga viva

O coletivo do Dia Mundial Sem Carro promoveu a instalação de vagas vivas na esquina da Rua Padre João Manuel com a Avenida Paulista. Geralmente ocupadas por carros, as vagas de estacionamento estavam tomadas por tapetes verdes, sofás e áreas de descanso para os pedestres.

Vaga Viva é uma atividade que busca conscientizar as pessoas sobre a falta de áreas de convivência e de lazer na cidade, além de uma crítica ao uso do espaço urbano para privilegiar os automóveis e motoristas.

- Bois e cavalos na Avenida Paulista

Em um protesto inusitado, bois e cavalos montados, disputaram espaço com os motoristas na Avenida Paulista. O comboio chamou atenção por onde passou e mostrou que o carro pode não ser o único meio de locomoção na cidade.

—-

Estas foram algumas atividades presenciadas pelo Eu Vou de Bike aqui na cidade de São Paulo. Como não conseguimos cobrir os eventos em todo o País, seria legal que você deixasse nos comentários o que de mais interessante aconteceu na sua cidade. E que o Dia Mundial Sem Carro de 2011 seja ainda melhor!


Postado em 1 de julho por Eu Vou de Bike

Tags:, ,

Relato e fotos do Pedal do Bem em SP

Bicicletas estacionadas em frente ao largo São Francisco
Bicicletas estacionadas em frente ao largo São Francisco

A noite de São Paulo ficou mais iluminada nesta quarta-feira. Cerca de 200 ciclistas, de diversos grupos diferentes, se reuniram na Praça do Ciclista para coletar roupas de frio que foram distribuídas durante uma pedalada noturna aos moradores de rua do centro da cidade. A ideia do “Pedal do Bem” era juntar diversos grupos que pedalam pela cidade para fazer uma ação bacana para os moradores de rua que sofrem ainda mais com a chegada do inverno.

Por volta das 21h30, horário programado para o início da pedalada até o centro, a Praça do Ciclista já estava lotada de pessoas animadas e bicicletas com os piscantes acesos. Todas as roupas levadas para doação foram coletadas e chegaram a lotar a caçamba de uma caminhonete e também o bagageiro de uma minivan.

Após algumas instruções de segurança, como por exemplo não se dispersar do pelotão e manter o grupo coeso, os cerca de 200 ciclistas (estimativa) partiram pela Rua da Consolação em direção ao centro da cidade.

Últimas instruções de segurança são repassadas antes da saída do grupo
Últimas instruções de segurança são repassadas antes da saída do grupo

O trajeto de cerca de 5 quilômetros foi percorrido em cerca de 20 minutos sem incidentes. Descemos pela Consolação, passamos pelo Viaduto do Chá, Praça do Patriarcar e fomos parar no Largo São Francisco, em frente à Faculdade de Direito da USP.

Com as bicicletas estacionadas, os ciclistas organizaram a fila dos moradores de rua e deram início à entrega das roupas doadas. Todo o processo aconteceu sem qualquer incidente e foi muito legal poder ajudar as pessoas que vivem ali, mesmo que com um pequeno gesto.

Após o fim da doação, saímos em pelotão novamente. Se na ida a descida da Consolação ajudou a deixar o caminho mais relaxado, na volta tivemos que colocar força no pedal para subir toda a Rua Augusta, desde o comecinho dela, lá no centro, até a Avenida Paulista.

A volta também ocorreu sem incidentes e a Praça do Ciclista já estava tomada por bicicletas novamente às 23h30, quando as pessoas que participaram do “Pedal do Bem” começaram a voltar para casa, em grupos menores ou sozinhas.

O “Pedal Solidário” contou com ciclistas que saíram de 4 bike shops da cidade, além de outros grupos que se juntaram ao pelotão e também de participantes sem grupo que se encontraram na Praça do Ciclista. Foi um ótimo passeio, pena que muito curto, e uma ótima ação de ajuda aos moradores de rua de São Paulo.

Veja mais fotos do “Pedal do Bem” abaixo:




Postado em 30 de junho por Eu Vou de Bike

Tags:, ,

Balanço do Velo City 2010

velo city 2010

Terminou na última semana a Velo City 2010, uma conferência global sediada em Copenhague, na Dinamarca, que discutiu o uso da bicicleta como meio de transporte.

Participaram das discussões sobre o futuro da bicicleta no meio urbano nomes que vão desde Frank Jensen, prefeito de Copenhague, até Vandana Shiva, filósofa e ambientalista indiana, passando pelo blogueiro Mikael Colville Andersen, criador do Copenhagenize e Copenhagencyclechic. A diversidade de cabeças pensantes foi grande, assim como os temas tratados pelos participantes.

Durante o primeiro dia de discussões, a blogueira Sarah Armitage, do Sutainable Cities concluiu que o grupo demográfico mais importante a ser atingido na promoção da bicicleta como meio de transporte é o das mulheres. “Se a ideia é fazer com que padalar na cidade seja uma tarefa cotidiana, as mulheres, acima de todos, deve estar convencidas de que pedalar é um meio viável de transporte – seguro, conveniente e confortável“, refletiu Sarah.

“Eu diria a grande lição que fica desta conferência é: vontade. É isso o que é realmente necessário na maioria dos países para dar seguimento a uma política que promova o uso das bicicletas em todas as áreas”, conclui o blogueiro Claudio Olivares, do Arriba y la Chancha.

O blogueiro Mikael Colville-Andersen, do Copenhagenize, também faz um balanço positivo do evento. “Eu assisti a este crescimento da bicicleta ao longo dos últimos anos, mas estou impressionado com a energia que irradiou de todos os participantes [da conferência]. Eu realmente senti que há um movimento irreversível, e não apesar de colocar de volta a bicicleta na paisagem urbana, mas de criar uma cultura e uma infraestrutura para tornar isso possível”, afirmou.

E como não poderia deixar de ser, a Velo-City 2010 terminou com um passeio coletivo de bicicleta pela cidade. Assista ao vídeo abaixo e veja como foi:

Se você entender inglês e quiser saber mais detalhadamente tudo o que aconteceu na Velo City 2010, sugerimos uma boa leitura no blog Sustainable Cities, que fez um resumo das discussões que ocorreram a cada dia – dia 1, dia 2, dia 3, dia 4.

A próxima edição do Velo City acontece em Sevilha, na Espanha, em 2011. Uma nova rodada global de discussões já está programada para acontecer em 2012 em Vancouver, no Canadá. E nós perguntamos: quando teremos um evento tão grandioso aqui no Brasil? Precisamos batalhar por isso!


Postado em 29 de junho por Eu Vou de Bike

Tags:,

Policiamento sobre duas rodas

O Canadá é famoso por sua polícia montada a cavalo, mas durante os protestos contra as reuniões do G20 da última semana, um novo batalhão chamou a atenção: a polícia de bicicleta.

O uso de bicicletas por parte da polícia já é muito comum no Canadá e, durante os protestos do último fim de semana, elas foram usadas de forma ostensiva para a realização de patrulhas, a formação de cordões de isolamento e até serviram como “escudo” quando a tensão aumentou.

Infelizmente, os protestos ficaram mais violentos e há diversos relatos e vídeos de uso excessivo da força por parte dos policiais. É uma pena que o bom exemplo do uso da bicicleta fique ofuscado por fatos como esse.

Ao longo do fim de semana, a polícia de Toronto prendeu 480 pessoas durante os protestos contra as reuniões de cúpula do G8 e do G20 no Canadá.


Policiais “empinam” as bicicletas como escudo

Aqui no Brasil, o policiamento sobre bicicletas é comum em grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro. Mas, ao contrário do que vimos acima no Canadá, os policiais ciclistas brasileiros geralmente participam de rondas ostensivas pela cidade, sem participar ativamente de conflitos e protestos.

Policiamento ostensivo e preventivo

Segundo o tenente-coronel Orlando Taveros Costa Júnior, comandante do 45º Batalhão de Polícia Militar de São Paulo, a utilização de bicicletas dá ao policial uma posição de destaque que ele não teria, por exemplo, em uma viatura. “Ele fica mais alto e com uma visão privilegiada da área patrulhada. O atendimento à população é facilitado, já que a bicicleta pode ser estacionada em qualquer lugar“, explica.

Um dos fatores que também transformam as bicicletas em uma importante ferramenta de policiamento ostensivo é o trânsito congestionado. Com elas, os policiais podem circular entre os carros e atravessar pequenos espaços que um carro ou uma moto não conseguiriam. “Já foi demonstrado que as bicicletas são eficientes tanto para o policiamento ostensivo quanto no preventivo”, complementa Taveros.

Veja mais fotos dos protestos em Toronto no BlogTO

- Via TreeHuger


Postado em 28 de junho por Eu Vou de Bike

Tags:,

Pedal solidário em São Paulo

O inverno chegou e, para diminuir o sofrimento das pessoas que moram na rua, vários grupos de ciclistas de são Paulo programaram para esta quarta-feira um “pedal solidário” para levar doações de roupas de frio aos que necessitam.

Quatro grupos sairão de pontos distintos da cidade na noite de quarta-feira e vão se encontrar às 21h30 na Praça do Ciclista, na esquina da Avenida Paulista com a Consolação, local de onde partem as bicicletadas mensais da cidade.

A ideia deste pedal solidário é levar roupas de frio e cobertores até os moradores de rua do Largo São Francisco, no centro da cidade. Dê uma geral no armário, coloque tudo na garupa e faça o bem com a sua bicicleta!

A sua cidade está organizando algo parecido para este inverno? Deixe a dica nos comentários e a gente divulga por aqui!


Postado em 21 de junho por Eu Vou de Bike

Tags:, , , , ,

Bicicletas ganham direitos em estacionamentos


Estacionamento central de bicicletas em Amsterdã, na Holanda

Foi sancionada e publicada na última semana, no Diário Oficial do Município de São Paulo, a lei que amplia a cobertura de seguro contra roubos em estacionamentos para bicicletas.

Do jeito que era antes da nova lei ser sacionada, apenas os veículos de passeio e utilitários eram cobertos em caso de furto dentro do estabelecimento. Por não terem cobertura para bicicletas e motos, muitos estacionamentos negavam a entrada desses veículos por medo de terem prejuízo com possíveis roubos ou furtos. Agora, com a nova lei, esse problema enfrentado pelos ciclistas deve diminuir.

Após a regulamentação da lei, prevista no prazo de 60 dias, o seguro deverá cobrir todos os veículos estacionados em estabelecimentos com mais de 50 vagas. Com isso, os ciclistas não precisarão mais acionar a Justiça para pedir ressarcimento em caso de problemas. O processo que poderia levar meses para ser solucionado deverá agora passar pelo seguro e ter sua solução em poucos dias.

Segundo Macena comenta em seu site, “o cidadão que vai a um supermercado e deixa sua bicicleta ou sua motocicleta sob a responsabilidade do estabelecimento deve ter os mesmos direitos de ressarcimento automático, rápido e previamente garantido que aquele que possui um automóvel de passeio”. Caso não seja cumprida, o estabelecimento infrator receberá multa diária de R$ 1 mil até entrar em acordo com a nova legislação.

Veja abaixo o principal trecho da lei nº 15.200, de 18 de junho de 2010:

Art. 1º Os estabelecimentos, no âmbito do Município de São Paulo, enquadrados nos usos não residenciais 2 e 3 – nR2 e nR3 – conforme a Lei nº 13.885, de 25 de agosto de 2004, que possuam estacionamento com capacidade superior a 50 (cinquenta) vagas, ficam obrigados a efetuar cobertura de seguro contra furto e roubo dos veículos automotores e bicicletas ali estacionados.
Parágrafo único: No caso de estacionamentos a que se refere o “caput”, operados por terceiros ou concessionários, ficam estes responsáveis pela cobertura de seguro a que se refere esta lei.

Veja o que diz a lei na íntegra no Diário Oficial do Município de São Paulo


Postado em 15 de junho por Eu Vou de Bike

Tags:, ,

“A bicicleta e as Cidades” no Rio

A Dinamarca é o país com a melhor postura em relação à bicicleta. Já até falamos aqui sobre Copenhague, que tem mais de 30% de sua população usando a bicicleta como meio de transporte. Para trazer esse bom exemplo para terras brasileiras, o Instituto Cultural da Dinamarca e Embaixada da Dinamarca promovem nesta quarta e quinta-feira, no Rio de Janeiro, o seminário “A bicicleta e as Cidades“.

O seminário faz parte de um projeto cultural chamado “Sonhos sobre Rodas“, que viaja o mundo com exposições de bicicletas, ideias de mobilidade urbana, palestras com especialistas e até passeios ciclísticos pela cidade.

O projeto já circulou por países como México, Bélgica, Rússia, Irlanda e Escócia e visa divulgar o conceito de mobilidade urbana incentivada na Dinamarca. No Rio de Janeiro, a exposição ocupa desde 12 de junho o Centro de Artes Hélio Oiticica.

Na pauta das discussões do seminário desta semana estão as questões de estratégias de planejamento urbano, melhores práticas internacionais de mobilidade urbana e design de bicicleta.

Nesta quarta-feira, 16 de junho, haverá palestras para o público sobre projetos cicloviários e mobilidade sustentável. Na quinta-feira, 17 de junho, haverá uma visita técnica à ciclovia Botafogo-Lagoa e à Av. Rio Branco para detectar pontos problemáticos e erros de planejamento. As informações levantadas irão dar origem a um dossiê, com desenhos e propostas de melhorias. O documento será entregue ao poder público para revitalização da infra-estrutura cicloviária da cidade.

- Veja a agenda completa do evento no blog Mulher de Ciclos

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail leo@dinacultura.org ou pelo telefone (21) 2532-0599 com Leonardo Ferreira. As vagas são limitadas e o evento é gratuito.

Se você vai ao seminário e quiser contar como foi aqui no blog, entre em contato com a gente no e-mail leandro@euvoudebike.com e nós publicamos seu relato!


Postado em 15 de junho por Eu Vou de Bike

Tags:, ,

Bicicletas para jovens de escolas rurais

falamos aqui que, além de grande opção de lazer, a bicicleta é um meio de transporte muito importante, especialmente nas áreas rurais e mais pobres do Brasil.

Pensando nisso, o Ministério da Educação (MEC) estuda a compra de bicicletas para servir de meio de transporte para estudantes de áreas rurais, reduzindo o uso de ônibus escolares em trajetos curtos.

A expectativa do MEC é de que sejam adquiridas 350 mil bicicletas em um ano. Segundo o Ministério, as bikes devem chegar às escolas a partir de outubro deste ano e ficarão sob a responsabilidade das prefeituras e governos estaduais. As bicicletas ficarão com os alunos enquanto eles estiverem matriculados na rede pública de ensino e caberá à diretoria de cada escola exercer o controle dos bens.

Veja no site do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, uma autarquia do MEC, as especificações das bicicletas que serão entregues aos alunos.

- Via Agência Brasil



Próxima