Houston na web Youtube Flickr RSS

Blog Vou de Bike

Postado em 24 de setembro por gugamachado

Tags:, , , ,

O Sono é mais importante do que o Exercício? O que diz a ciência?

Você é o tipo de pessoa que gosta de malhar com pesos pela manhã para se mexer? Ou prefere sair correndo de estômago vazio?

Ou talvez você seja o tipo de pessoa que gosta de apertar o botão de soneca e aproveitar mais alguns minutos em sua cama aconchegante. Logo a questão passa a ser: dormir ou fazer exercícios – qual é mais importante?

ESTUDOS MOSTRAM QUE O SONO AJUDA SEU CORPO A REGENERAR

Sete a nove horas de sono por noite: este é o número recomendado por especialistas do National Institutes of Health para garantir saúde a longo prazo. Mas o fato é que muitas pessoas dormem muito pouco e também fazem muito pouco exercício; nenhuma dessas duas situações é boa para sua saúde.

Um bom sono …

… É extremamente importante para o corpo. O sono mantém a saúde mental e física, ajuda o corpo a se recuperar e fortalece o sistema imunológico. Se tivéssemos que julgar com base somente neste aspecto, teríamos que dizer que dormir é mais importante do que exercícios….

…Mas não tão rápido! Se você acha que pode simplesmente apertar o botão de soneca a partir de agora, talvez deva ler primeiro sobre os benefícios de malhar pela manhã:

Quando você faz exercícios ao ar livre, a luz do dia ajuda seu corpo a suprimir o hormônio do sono, a melatonina. Isso mantém você se sentindo alerta e acordado.

Se você tem dificuldade em se motivar para malhar depois do trabalho, se exercitando pela manhã, já pode riscar uma coisa da sua lista de afazeres!

Um estudo descobriu que pessoas que vivem em regiões quentes têm mais resistência pela manhã. (1)

Seu corpo libera endorfinas, o que o deixa com mais disposição para o trabalho.

FALTA DE SONO INCENTIVA GANHO DE PESO

Você sabia que dormir pouco pode causar ganho de peso? Os especialistas descobriram que o sono inadequado pode aumentar a produção do hormônio da fome grelina. Isso pode levar ao desejo por alimentos gordurosos e não saudáveis. É um ciclo vicioso – porque esses tipos de alimentos fazem você se sentir lento e, por sua vez, menos motivado para o exercício.

Você sabia?

Outro estudo mostrou que pessoas que dormem menos de sete horas por noite tendem a se exercitar menos do que aquelas que fecham mais os olhos. O resultado? Quanto mais você dorme, mais resistência você terá para o seu treino!

MAIS EXERCÍCIOS – SONO COM MAIS QUALIDADE

Um artigo no Journal of Clinical Sleep Medicine mostrou que exercícios regulares podem melhorar a qualidade do sono. Além disso, a maioria das cobaias dormiu a noite toda. Outro estudo examinou o impacto do tempo de exercício na qualidade do sono. O que se descobriu foi que as pessoas que se exercitam pela manhã tendem a dormir melhor. Os participantes do estudo que treinaram às 7 horas da manhã conseguiram dormir mais e mais profundamente do que aqueles que treinaram entre 13 e 19 horas.

ASSIM, QUAL É MAIS IMPORTANTE? SONO OU EXERCÍCIO?

Você provavelmente já pode adivinhar a resposta: sono suficiente e exercícios saudáveis são importantes se você deseja continuar saudável por muito tempo. Se você deseja fazer seu treino de manhã ou à noite, você decide.

Mas o fato é que a falta de sono faz com que você se sinta cansado ao longo do dia e diminui seu rendimento tanto no trabalho quanto na academia!

artigo baseado em texto do site Runstatic


Postado em 19 de outubro por gugamachado

Tags:, ,

Tenha saúde e qualidade de vida!

Com o avanço da tecnologia a população não tem praticado atividades físicas. Isto se dá por diversos motivos, e um dos mais comuns são os celulares e aplicativos dinâmicos que tem tomado toda a atenção da população brasileira, mesmo sabendo que muitos desses avanços são benéficos.

Um dos fatores que vem preocupando os médicos são as doenças crônicas como o Diabetes, Hipertensão Arterial, Obesidade, Osteoporose, Câncer e Infarto. E todas elas vêm através da inatividade física, mais conhecida como sedentarismo.

Porém a nossa população tem vivido cada dia mais e as pessoas tem percebido que praticar alguma atividade física tem proporcionado prevenções de doenças e uma melhor qualidade de vida.

A prática de atividade física regular já faz parte da história da humanidade. Na civilização ocidental, podemos ter registros mais sólidos a partir da Segunda Guerra Mundial (1938-1945), com a massificação da atividade física.

Ao longo dos anos seguintes foram se aprimorando as pesquisas na área de saúde em todo mundo, ocorreram avanços na medicina, as sociedades progrediram aumentando assim a expectativa de vida geral da população. Segundo Lendzion, Nantes, Cieslak e Acordi (2002), a preocupação pela temática do envelhecimento só surgiu efetivamente no Brasil a partir de 1990.

Neste período, em razão do próprio envelhecimento da população, e da intervenção de acadêmicos e profissionais da área de saúde, educação e mesmo de direitos humanos, foi se alterando o modo de encarar a vida humana, as idades, e os próprios conceitos de velhice e terceira idade, que avançaram no tempo.

Portanto, o conceito sobre a necessidade da prática de atividade física continua em mutação, também, devido às mudanças da expectativa de vida populacional, do aumento do sedentarismo, do pouco conhecimento sobre prevenção de doenças crônicas degenerativas e da baixa qualidade de vida.

Hoje em dia, podemos constatar que a prática regular de atividade física funciona e muitas vezes é encarada como “mecanismo de prevenção”. A atividade física tem papel fundamental, podendo desacelerar as alterações fisiológicas do envelhecimento e das doenças crônico degenerativas” (FEDERIGUI, 1995, apud MOREIRA, 2001, p.13). Para que essa prevenção ocorra é importante agir na fase em que se inicia a maior parte dos decréscimos fisiológicos, que é a vida adulta intermediária (40–60 anos), fase anterior a terceira idade, quando não somos considerados velhos nem jovens.

Praticar atividades físicas acompanhada por um profissional de educação física devidamente registrada no CREF é super importante para sua vida e para sua saúde.

Com base em estudos as atividades físicas que você deve procurar praticar, de preferência através de um profissional de educação física são:

- Bike

- Corrida

- Alongamento

- Atividades Multifuncionais

- Pilates

- Musculação.

Lembre-se: antes de praticar qualquer atividade física procure um médico para uma avaliação de seu estado geral e, sempre que possível, esteja acompanhado de um profissional de atividade física.

Agradecemos ao professor Rafael Alberti Roverso* pelo artigo acima!

* Licenciado e Bacharel em educação física, especialista em saúde e qualidade de vida, Experiência em prescrição de atividades física, em elaborar atividades de acordo com a necessidade individual de cada um. Personal Trainer, tem atuado em parques, academias, empresas e residências.

Rafael Roverso
CREF 141112-G/SP
cel: 11 9957-13386
Email: rsesportivaassessoria@gmail.com